Home - Destinos - Europa - Guia de Viagem a Riga, Letónia – Capitais do Báltico

Guia de Viagem a Riga, Letónia – Capitais do Báltico

A Letónia, tal como os outros países do Báltico, tem conhecido uma grande afluência de turistas durante a última década. O investimento estrangeiro deixou de ser uma miragem e apressadamente o país vai entrando na esfera das novas oportunidades globais.

A cidade de Riga, capital da Letónia, é a maior das cidades do Báltico e é o principal pólo comercial, cultural, financeiro e económico da região.

Situada junto ao rio Dugava, a cidade estende-se por 300 km2 com uma população de 700.000 habitantes, sendo que quase metade da população residente é de nacionalidade russa.

O Que Ver

O centro histórico (Vecriga) de Riga com as suas ruas estreitas e os seus edifícios entre a Art Nouveau e o Gótico Nórdico foi declarado Património Mundial pela UNESCO em 1997.

Construído na sua maioria entre 1860 e a 1.ª Guerra Mundial, o centro histórico da cidade oferece inúmeros pontos de interesse:

Centro de Riga

O centro de Riga

  • Catedral Luterana construída no século XIII;
  • Estátua da Liberdade (Brivibas piemineklis);
  • Castelo de Riga (Rīgas Pils) que alberga o Museu da História da Letónia e o Museu de Arte Estrangeira, sendo ainda a residência oficial do presidente;
  • Igreja de São Pedro com a sua torre de 120 metros de altura e de onde pode obter uma vista deslumbrante sobre a cidade;
  • Torre da Pólvora (Pulvertornis) que se encontra dentro da muralha da cidade;
  • Museu da Ocupação da Letónia, que retrata a vida durante os três períodos de ocupação: primeira ocupação soviética (1940-1941), ocupação nazi (1941-1944/45) e segunda ocupação soviética (1944/45-1991).

Próximo da catedral ortodoxa, encontra-se em desenvolvimento uma nova cidade virada para o futuro com diversos edifícios de escritórios, bancos, lojas e hotéis espalhados por avenidas arborizadas e jardins.

A nova face de Riga

A nova face de Riga

Relativamente à oferta cultural destaca-se a Opera Nacional da Letónia fundada em 1918, e o Ballet de Riga, berço do bailarino mundialmente conhecido Mikhail Baryshnikov.

Numa visita a Riga não deve deixar de experimentar a gastronomia letã, nomeadamente o tradicional zirni, constituído por favas, cebola e banha fumada, ou as maizes zupa, sopas de pão embebido em natas, ou as panquecas com doce ou salgadas e ainda o típico licor rigas balzams.

As praias de Jurmala, próximo de Riga, são outro dos atractivos desta região. Com cerca de 30 km de extensão que se estende do golfo de Riga ao rio Lielupe, as praias de areia branca, são um dos locais mais aprazíveis para os habitantes de Riga e para os turistas que visitam a capital. De Riga a Jurmala são cerca de 30 minutos de transportes públicos (autocarro ou comboio).

Ruas pitorescas em Riga

Ruas pitorescas em Riga

Quando Ir

O melhor período para visitar Riga é no período entre Abril e Outubro, depois da passagem do Inverno rigoroso. Os meses mais frios são Janeiro e Fevereiro com as temperaturas médias a não ultrapassarem os -5ºC e a neve praticamente sempre presente.

No Verão as temperaturas médias máximas rondam os 21ºC e as temperaturas médias mínimas situam-se nos 12ºC. A precipitação é frequente durante todo o ano, sendo que o período mais chuvoso ocorre entre Junho e Outubro.

Como Ir

Não existem ligações directas entre Portugal e a Letónia. A melhor opção é através da Lufthansa ou a Finnair que oferecem voos entre Lisboa e a capital letã a partir de 200 euros. Frequentemente a Lufthansa, nas suas campanhas promocionais, oferece tarifas desde 179 euros, ida e volta. Para verificar as melhores tarifas online, consulte a nossa página de pesquisa de voos.

Onde Ficar

Para obter os melhores preços de hotéis em Riga, sugere-se ainda a consulta da nossa página de reserva de hotéis baratos.

Mais Informações

Para mais informações sobre a Letónia e a capital Riga, visite o site oficial de Turismo do país.