Encantos de Moscovo, a Pérola da Rússia

Moscovo é uma cidade que marca pela sua imponência e magnitude. Os monumentos, catedrais e edifícios grandiosos que dominam a paisagem urbana prendem o olhar em qualquer ponto da cidade.

Lugar marcante na História do século XX, é uma cidade que procura reerguer-se do poder de outrora, com os olhos no futuro.

Moscovo, capital da Rússia, é a maior cidade do país com cerca de 13 milhões de habitantes. Fundada no século XII foi palco de guerras, disputas, invasões e batalhas ao longo dos séculos, tendo o seu nome sido gravado em diversos eventos que marcaram a História Mundial.

O Que Ver

Moscovo é uma cidade enorme, cujos limites se estendem por mais de 50 quilómetros. A melhor forma de deslocar pela cidade é utilizando os transportes públicos, nomeadamente o metro. Este meio de transporte começou a funcionar em Moscovo em 1935. Atualmente, a rede tem uma extensão de 300 quilómetros com cerca de 150 estações, sendo utilizado diariamente por oito milhões de passageiros.

Algumas estações de metro são autênticas galerias de arte. As estações de Ploshchad Revolyutsii, com as suas estátuas em bronze e o pavimento marmoreado, e de Kievskaya com painéis de mosaicos que exaltam os camponeses ucranianos, são alguns dos exemplos. Nota ainda para outras estações que requerem uma visita como a de Komsomolskaya e Novoslobodskaya na linha circular, Kropotkinskaya na linha vermelha ou Mayakovskaya na linha verde.

Ao descobrir as várias estações, encontrará vários mundos e tesouros artísticos que acabam por ser um museu por onde passam milhões de pessoas todos os dias. 26 rublos (60 cêntimos), o preço correspondente a um bilhete de metro, é quanto terá de pagar para apreciar autênticas obras de arte.

Cúpulas da Catedral de São Basílio
Cúpulas da Catedral de São Basílio

A melhor forma de conhecer o centro é a pé. O coração da cidade é constituído pela Praça Vermelha rodeada pelo mausoléu de Lenine (entrada gratuita), a Catedral Russa Ortodoxa de São Basílio construída em meados do século XVI por ordem de Ivan IV, o Terrível, e pelo Museu da História do Estado.

Na Praça Vermelha podem-se encontrar diversos exemplos de arquitectura construtivista da época soviética, a maioria idealizada pelo arquitecto Vladimir Shukhov, como as galerias de lojas GUM (Glavnyi Universalnyi Magazin) com estrutura inovadora em aço e vidro.

O Kremlin, residência oficial do Presidente da Rússia, um dos principais marcos da cidade com inúmeros motivos de interesse como a coleção Diamante, onde se encontram os tesouros imperiais pertencentes aos príncipes e czares da Rússia. Tanto o Kremlin como a Praça Vermelha foram considerados Património Mundial pela UNESCO.

Outros lugares a visitar incluem as Catedrais da Assunção, da Anunciação e do Arcanjo, o Sino do Czar, o Museu Pushkin com uma vasta coleção de arte que incluem obras de Van Gogh, Cézanne, Picasso, Renoir ou Monet, as Galerias Tretyakov associadas à arte russa do século XI até aos dias de hoje, as igrejas ortodoxas, o Teatro Bolshoi, o convento de Novodevichy, e a rua Arbat, uma das artérias mais turísticas da cidade, onde pode encontrar artistas, vendedores de “souvenirs” e lojas típicas.

Quando Ir

Moscovo possui um clima continental húmido com invernos frios e verões com humidade relativa elevada. O período mais quente situa-se entre os meses de junho e agosto, com temperaturas médias de 23 graus.

Os meses de dezembro, janeiro e fevereiro são os mais frios, com as temperaturas médias a rondar os 6 graus negativos. O período de maior precipitação ocorre durante o verão e no início do outono.

Sem dúvida que o melhor momento do ano para visitar Moscovo é entre maio e setembro, quando as temperaturas médias não baixam dos 10 graus. Se visitar a cidade durante o verão, não se esqueça de um guarda-chuva e de um impermeável.

Como Ir

A TAP tem voos diretos entre Lisboa e Moscovo. Para encontrar as melhores tarifas aéreas, consulte a nossa página de pesquisa de voos.

O operador turístico Nortravel possui uma oferta especial “Moscovo, S. Petersburgo e Helsínquia”, um circuito de nove dias com tudo incluído. O pacote inclui os voos, comboio, autocarro, hotel, 13 refeições e visitas. Estão garantidas as partidas a 25 de julho e 8 de agosto, de Lisboa, Porto e Faro.

O operador turístico 4×4 também disponibiliza o “Circuito das Capitais Russas”, que durante 7 dias dá a conhecer as principais atrações das duas principais cidades da Rússia – Moscovo e São Petersburgo. O pacote inclui voos, comboio entre Moscovo e São Petersburgo, seis noites de alojamento (hotéis de 4 estrelas) em regime de alojamento e pequeno-almoço, e as visitas programadas.

Estão disponíveis várias datas de partidas em julho, agosto e setembro.

Formalidades

Para visitar Moscovo é necessário passaporte e visto que pode ser obtido na Secção Consular da Embaixada da Federação da Rússia, situada na Rua Visconde de Santarém, 57, em Lisboa. Os dias de atendimento são às segundas, quartas, quintas e sextas-feiras, das 9h30 às 12h (telefone: 21 846 44 75). Para mais informações consulte o site da Embaixada Russa em Lisboa .

Saber Mais

Para mais informações sobre Moscovo, visite o site oficial do Turismo da Rússia.

SEM COMENTÁRIOS