Florianópolis, a Ilha da Magia e das Praias Deslumbrantes

A cidade de Florianópolis conhecida pelas suas belas praias e pelas suas paisagens naturais é um daqueles lugares que se deve visitar, pelo menos, uma vez na vida.

É um destino multifacetado onde existe uma harmonia entre o passado e o presente e entre o Homem e a Natureza.

Terra histórica, foi ao longo de séculos moldada e absorvida por diversas culturas, desde os açorianos no litoral até aos alemães e italianos no interior.

A cidade de Florianópolis, também conhecida entre os brasileiros como Floripa, é a capital do estado de Santa Catarina com uma população aproximada 400 000 habitantes num território que se estende por cerca de 430 km2. A quase maioria do território (cerca de 97%) abrange a ilha de Santa Catarina, sendo que metade é reserva natural.

As principais actividades económicas são o turismo, o comércio, a pesca e o sector público. Actualmente, Florianópolis é a segunda cidade mais visitada do Brasil, a seguir ao Rio de Janeiro,

A configuração urbana da ilha e a diversidade de paisagens provam que é possível conciliar os recursos de uma grande cidade com qualidade de vida. A ONU no seu relatório anual sobre nível de vida considerou Florianópolis como a quarta cidade brasileira com maior Índice de Desenvolvimento Humano, sendo a cidade capital com melhor nível de vida do país.

O Que Ver e Fazer

A ilha possui cerca de 42 praias distribuídas por mais de 140 km de extensão, cada uma com características únicas, desde areais selvagens e exóticos, a praias urbanas e de mar aberto sem fim, até pequenas enseadas perdidas num mar calmo. Pelas suas especificidades, as praias podem ser divididas em quatro regiões distintas.

As praias do Norte oferecem uma infra-estrutura hoteleira de grande qualidade e excelentes oportunidades de lazer, onde pode encontrar os famosos areais de Jurerê, Ingleses, Ponta das Canas, Brava (ideal para o surf), Cachoeira do Bom Jesus, Sambaqui, Cacupé e Canasvieiras com belas praias de água tépida e mar calmo, ideal para ir a banhos e praticar actividades náuticas.

A Leste as praias apresentam características diferentes. Aqui, as águas são mais frias e o mar é aberto, como é o caso das praias do Santinho, da Joaquina e de Mole e ainda de Moçambique, Barra da Lagoa e da Galheta. Esta região oferece uma paisagem natural deslumbrante, como é o caso da Lagoa da Conceição, um excelente lugar para usufruir das águas límpidas da lagoa rodeada por magnificas praias, bares e restaurantes onde não deve deixar de provar uma das comidas mais típicas da cidade: “a sequência de camarão” (rodízio de camarões).

Praia de Matadeiro e ilha da Armação. Autor: Herbert Vieira sob licença Creative Commons Attribution 2.5 Generic
Praia de Matadeiro e ilha da Armação.
A Sul e a Oeste, terá a oportunidade de conhecer praias mais rústicas e selvagens, nomeadamente as praias da Solidão, Armação e Naufragados. Nesta parte da ilha pode ainda visitar aldeias de pescadores, como é o caso da localidade de Pântano do Sul, onde pode observar as mais tradicionais artes da pesca.

No centro de Florianópolis pode encontrar diversos exemplos de arquitectura do século XIX, nomeadamente nas ruas Conselheiro Mafra, Filipe Schmidt (artéria pedonal) e Francisco Tolentino, uma das principais áreas comerciais da cidade.

No centro da cidade salientam-se ainda, pela sua história, a Palácio Cruz e Sousa, na Praça 15 de Novembro, e que alberga o Museu Histórico de Santa Catarina; o edifício da Alfândega, datado de 1876, e que é um belo exemplar da arquitectura neoclássica funcionando actualmente como um centro de artesanato local e como galeria de artistas plásticos.

Nota ainda para o emblemático Mercado Público, construído em 1898, e que é constituído por um pátio interno e cerca de 150 bancas de venda, onde pode encontrar um pouco de tudo, desde roupa, fruta, utensílios para o lar, artesanato de cerâmica e vime, e diversos restaurantes onde pode apreciar a magnifica gastronomia desta região.

Outro dos locais e atracções a não perder são os Fortes de Santa Cruz do Anhotomirim, de Santo António e de São José da Ponta Grossa, a Catedral Metropolitana, a vista da Ponte Hercílio Luz inaugurada em 1926 e ainda passeios a pé ou de barco até à Costa da Lagoa, à ilha de Campeche, ou ainda experimentar as sensações do parapente nas dunas da Lagoa da Conceição.

Fora do centro urbano da cidade, em Ribeirão da Ilha e em Santo António de Lisboa, pode encontrar marcas portuguesas deixadas pela comunidade açoriana que se reflectem nas casas, nos passeios, nas igrejas e mesmo no estilo de vida destes habitantes.

A melhor maneira de conhecer a ilha é alugar um automóvel e partir à descoberta. Durante o Verão funciona o “farofinha” ou o “inter-praias” que passa por diversas praias ao longo da ilha.

Quando Ir

O clima de Florianópolis é subtropical húmido. A humidade relativa é quase superior a 80% e a precipitação é abundante durante todo o ano, sendo que o Verão é a estação do ano mais chuvosa, nomeadamente entre Janeiro e Março. Os meses com menor precipitação ocorrem entre Junho e Agosto.

As temperaturas médias máximas variam entre 29ºC em Janeiro e 21ºC em Junho e as temperaturas mínimas médias entre 22ºC em Fevereiro e 14ºC em Julho e Agosto.

Como Chegar

A TAP tem ligações aéreas entre Lisboa e Florianópolis com escala em Brasília, São Paulo ou Rio de Janeiro, com tarifas desde 998 euros. O voo interno é realizado em code-share pela TAM – Linhas Aéreas Brasileiras.

Os preços são variáveis durante a época do ano, pelo que para verificar as melhores tarifas para as datas de viagem que pretende sugere-se a consulta da página de reserva de voos.

Hotéis e Pousadas em Florianópolis

Existem diversas ofertas hoteleiras de qualidade em Florianópolis. Para verificar as melhores tarifas consulte a página de reserva de hotéis baratos.

Saber Mais

Para saber mais sobre este destino sugere-se a consulta do site de turismo oficial brasileiro.

SEM COMENTÁRIOS