Viagem ao Sri Lanka – O Antigo Ceilão

Numa viagem de contrastes pelo Sri Lanka viaja-se através da selva tropical ao encontro dos maiores mamíferos terrestres – os elefantes –, descobrem-se cidades com um vasto património cultural, religioso e arquitetónico, onde se vivem experiências culturais únicas. A viagem termina nas fabulosas praias do Sri Lanka.

O Que Ver

A viagem pelo Sri Lanka inicia-se em Colombo. Colombo é a maior cidade do país com cerca de meio milhão residentes, estimando-se que a área metropolitana albergue cerca de cinco milhões de habitantes.

A cidade é uma mistura de arranha-céus modernistas com edifícios da época colonial que subsistem aos avanços dos tempos actuais. Os primeiros europeus a chegarem a este território foram os portugueses que aqui desembarcaram em 1505 sob o comando do capitão-mor Lourenço de Almeida. Nos séculos seguintes, o território foi sendo ocupado pelos holandeses e posteriormente pelo Império Britânico, que permaneceu no país até ao final do segundo quartel do século XX.

Dos lugares a visitar numa “city tour”, destaca-se o templo hindu de Murugan, a mesquita de Jami Ul Alfa, a igreja de São Paulo, construída pelos portugueses, o Parlamento, o Farol e o passeio marítimo.

Reserva de Pinnawala - Sri Lanka - Autor: Bernard Gagnon sob licença Creative Commons
Reserva de Pinnawala – Sri Lanka

De Colombo inicia-se o périplo pelo interior em direção à creche de elefantes da aldeia de Pinnawala, situada a cerca de 100 quilómetros de Colombo, onde estes animais são criados até à idade juvenil.

Após uma experiencia única em contacto com os grandes mamíferos, é altura de seguir para Kurunegala e para Sigiriya, famosa pela fortaleza no topo do rochedo de granito, construída no século V d.C. Segue-se uma visita a Polonnaruwa que, tal como Sigiriya, foi classificada Património Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Anuradhapura, a principal cidade do antigo Ceilão e também considerada Património Mundial da Humanidade pela UNESCO, é o próximo destino. A cidade foi fundada durante o século IV a.C. tendo sido a capital até ao século XI.

Anuradhapura é considerada pelos budistas como uma cidade sagrada, encontrando-se rodeada de edifícios e mosteiros de grande valor religioso, como o Palácio de Lovamahapaya, os templos budistas de Abhayagiri Dagaba e Sela Cetiya, e as estátuas de Samadhi e Toluwila, entre outros lugares de interesse cultural e histórico.

O destino seguinte é Polonnaruwa, onde pode ficar a conhecer as ruínas do Palácio Real e a Estátua do Rei Parakramabah. O complexo de grutas de Dambulla, o jardim de especiarias e o Templo do Dente de Buda em Matale, são os principais destaques. A viagem não fica completa sem uma visita às plantações de chá de montanha de Nuwara Eliya e dois Parques Nacionais: Horton Plane e Yala, o segundo maior e mais visitado do Sri Lanka, onde se podem observar elefantes, javalis, búfalos, leopardos, cervos, ursos e crocodilos.

Périplo pelo Sri Lanka
Périplo pelo Sri Lanka

Devem reservar-se alguns dias para a praia de Moragalla na zona de Beruwela, localizada a cerca de 45 km de Colombo. Pelo caminho, passa-se por Galle, onde pode ficar a conhecer fortaleza construída pelos portugueses durante o século XVI.

Como Ir

Este programa é organizado pela agência de viagens Papa-Léguas que, para 2014, anuncia o preço de 1.821 euros, ao qual acresce cerca de 700 euros do voo de ida e volta entre Lisboa e Colombo, e 35 dólares do visto de entrada no Sri Lanka. O preço do programa inclui o alojamento em regime de pensão completa nos 15 dias de viagem em hotéis de 3 estrelas. Estão previstas duas datas de partida nos meses de agosto, outubro, novembro e dezembro. Para reservas e informações, consulte o site do Papa-Léguas.

SEM COMENTÁRIOS