Travessia da África do Sul nos Trilhos do Blue Train

De Pretória à Cidade do Cabo, atravessa-se a África do Sul, do Interior ao Litoral, a bordo do comboio de luxo The Blue Train, onde charme e o requinte são o cartão de visita. Nesta viagem terá a oportunidade de conhecer paisagens contrastantes e cidades históricas pitorescas numa viagem única pelo extremo Sul do continente africano.

Esta viagem por terras sul-africanas inicia-se na capital administrativa Pretória, após breve passagem por Joanesburgo. A cidade localiza-se no Nordeste do país, sendo uma das capitais da África do Sul em conjunto com a Cidade do Cabo (poder legislativo) e Bloemfontein (poder judicial). Pretória foi fundada em 1855 por Andries Wilhelmus Jacobus Pretorius, de onde deriva o nome da cidade. Saliente-se no entanto, que os primeiros vestígios da urbe remontam ao século XVII, com a presença do povo Ndebele.

Em Pretória realiza-se uma pequena visita guiada pela cidade com passagem pelo centro histórico, designado por Old Church Square, pelo National Zoological Gardens, pela Praça da Igreja, por Melrose House, pelo Monumento Voortrekker, e pelo Palácio Presidencial.

No terceiro dia embarca-se no “Blue Train”, numa viagem de charme e luxo repleta de motivos de interesse e com um serviço de excepção anunciado como “um hotel de cinco estrelas em movimento”. Com partida de Pretória e término na Cidade do Cabo, o “Blue Train” atravessa o país ao longo de 1600 quilómetros durante um dia e uma noite.

As origens deste comboio remontam ao primeiro quartel do século XX quando as composições do Union Limited e do Union Express transportavam passageiros de Joanesburgo para os navios atracados no porto da Cidade do Cabo que partiam para Inglaterra. Durante a Segunda Guerra Mundial o serviço parou, tendo retomado na pós-guerra. O comboio, tal como é conhecido actualmente, data de 1997, quando foi reequipado e reabilitado.

Durante a viagem visitam-se cidades coloniais, florestas primárias, campos de algodão, arribas pronunciadas, ou gargantas profundas. Uma das paragens desta viagem é na típica cidade de Kimberley situada na região centro do país na confluência dos rios Orange e Vaal.

Blue Train. Autor: Andrew Balet sob licença Creative Commons Attribution 2.5 Generic
Blue Train. Autor: Andrew Balet sob licença Creative Commons Attribution 2.5 Generic
Nesta cidade, com um passado associado às minas de diamantes, irá visitar uma atracção turística designada por “Big Hole” que não é mais do que o maior buraco escavado pelo Homem com utensílios rudimentares e de modo manual. Esta formação escavada no solo, foi trabalhada por mais de 50 000 mineiros ao longo de quase 50 anos, de onde foram retirados quase três mil quilos de pedras preciosas. Com mais de 400 metros de diâmetro e 250 metros de profundidade é uma estrutura incomum no contexto da paisagem que se encontra em vias de se tornar Património Mundial pela UNESCO.

Durante a viagem passam-se por paisagens deslumbrantes e contrastantes, que vão desde as regiões semi-áridas de Great Karoo, às montanhas de Western Cape, ao vale do Rio Hex, a Table Mountain, ou à região de Winelands, até chegar ao destino final, a Cidade do Cabo.

Na capital legislativa da África do Sul realiza-se uma visita guiada pelas principais atracções turísticas da cidade, nomeadamente o Castelo da Boa Esperança, o bairro Bo-Kaap, o Parlamento Sul-Africano, entre outros locais. Se as condições meteorológicas o permitirem, far-se-á um passeio de teleférico até ao topo de Table Mountain, a cerca de 1000 metros de altitude, de onde se obtém uma vista deslumbrante sobre a paisagem circundante.

O destino seguinte é o Cabo da Boa Esperança, situado no extremo Sul do continente africano, onde os Oceanos Atlântico e Indico se tocam. Em direcção a este lugar ainda se passa pelo porto de Hout Bay e pela estrada panorâmica de Chapman’s Peak com vistas de 180 graus ao longo da faixa costeira. Nota ainda para às visitas a False Bay e à praia de Boulder onde ficará a conhecer a colónia de pinguins “Jackass”, a Groot Constantia a mais antiga região vinícola do país, e ao Jardim Botânico Kirstenbosch na Cidade do Cabo.

O penúltimo dia é dedicado à região de Winelands, com uma visita guiada às belas cidades históricas de raízes europeias de Stellenbosch, Paarl e Franschhoek, onde a gastronomia e o vinho são os principais cartões de visita. No último dia ainda tem algum tempo livre para fazer as últimas descobertas na Cidade do Cabo. O regresso é realizado através da cidade de Joanesburgo.

Este circuito tem a duração de oito dias e é organizado pela agência de viagens 4×4. As partidas realizam-se durante todo o ano com preços a partir de 3305 € (sem taxas de aviação). O valor final da viagem inclui voos de ida e volta Portugal-África do Sul, uma noite a bordo do comboio no “Blue Train”, de Pretória à Cidade do Cabo numa suite de luxo em regime de pensão completa, estadias em hotéis de 4 e 5 estrelas, e visitas aos vários locais enunciados no programa.

SEM COMENTÁRIOS