Viagem ao Bangladesh – A Nação Bengali

A viagem ao Bangladesh começa na capital Dhaka, uma das maiores cidades do continente asiático com cerca de 13 milhões de habitantes.

Situada nas margens do rio Buriganga, Dkaha é o principal centro económico, político e cultural do país. Conhecida como a “Cidade das Mesquitas” e a “Capital Mundial dos Riquexós, Dhaka é uma cidade fascinante e única pela sua vivacidade e movimento incessante.

Durante cerca de dois dias poderá explorar a cidade à sua medida e ainda realizar diversas excursões com guias locais, aos lugares mais emblemáticos da cidade, nomeadamente o Forte Lalbag Mughal de estilo mongol, ao Templo Hindu de Dhakeshwari datado do século XII, ao edifício do Parlamento, à Universidade, e ao monumento Shaheed Minar dedicado a todos aqueles que pereceram nos confrontos com a policia paquistanesa em 1952, em que estudantes proclamavam a defesa da língua e da cultura bengali.

Deixando Dhaka, ruma-se a à cidade de Chittagong. Pelo caminho visita-se Sonargaon a antiga capital do governo de Isa Khan do reino de Bengala, com destaque para as ruínas do mosteiro budista de Mainamati, a mesquita de Musa Khan’s e o forte de Hajiganj.

Viagem ao Bangladesh – A Nação Bengali. Fonte: wikipedia.org
Já em Chittagong, a maior cidade portuária do país, situada na foz do rio Karnaphuli, realiza-se um passeio panorâmico para conhecer um pouco a urbe, para depois se seguir para Rangamati, um dos destinos turísticos mais visitados do país.

Rangamati impressiona pela sua beleza natural, onde o lago Kaptai sobressai na paisagem.

A floresta luxuriante, as quedas de água e a imensa biodiversidade são alguns dos elementos que fazem deste lugar um espaço único no contexto do país.

Neste destino poderá deslumbrar-se com os cenários naturais e visitar o Museu Tribal dedicado aos povos Chakma e Marma, o templo budista de Rajban Vihara, o Palácio dos Reis, e a ponte de Hanging, um dos locais mais simbólicos da cidade.

No dia seguinte realiza-se um passeio pelo lago Kaptai, a maior superfície de água de origem artificial do continente asiático e que resultou da construção da barragem no rio Karnaphuli, e que se irá atravessar de ferry em direcção a Bandarban, um dos lugares mais remotos e com menor densidade populacional do Bangladesh.

Neste destino visita-se o Monte Chimbuk e as aldeias tribais de Murang, Bawn e Tripura, onde poderá entrar em contacto com a população local e conhecer os costumes, modos de vida e tradições destes povos ancestrais.

Os dois últimos dias são dedicados ao regresso à capital, sendo que pelo caminho ainda se visita a montanha dos Tigres.

A partir de Dhaka embarca-se rumo a Portugal, após dez dias de viagem.
Este programa é disponibilizado pela agência de viagens 4×4 que anuncia preços entre 1565 e 1685 euros. Os preços variam conforme as datas de partida e as categorias de hotéis seleccionadas. Os voos são realizados pela companhia aérea Qatar Airways com partidas de Portugal e escalas numa cidade europeia e em Doha.

O preço final inclui estadia, transferes e visitas mencionadas em veículo privado, algumas refeições, passagens aéreas em classe económica, assistência local no aeroporto, guias locais em cada destino em língua inglesa, e seguro de viagem. As taxas e suplementos de aviação e os vistos de entrada não se encontram incluídos no valor final da viagem. Para informações pormenorizadas sobre este programa consulte a agência de viagens 4×4 (info@4x4viagens.com.pt).

SEM COMENTÁRIOS