Guia de Viagem: Visitas Grátis em Paris

0

Não é novidade que a capital francesa é uma cidade cara.

E as entradas nas atrações turísticas em Paris não são excepção.

Existem, contudo, várias atrações que podem ser visitadas sem gastar dinheiro, desde catedrais a parques e mercados passando por museus.

Deixamos aqui uma amostra das principais atrações gratuitas. Planeie a sua viagem a Paris, e inclua-as no seu itinerário.

Atrações Turísticas Gratuitas em Paris

Catedral Notre-Dame de Paris

Catedral Notre-Dame de Paris

Catedral de Notre Dame de Paris

Um marco de Paris, a Catedral de Notre Dame não cobra entrada aos visitantes, mas a longa fila de turistas pode ser impeditiva de uma visita ao seu interior.

Em alternativa, um passeio pelo Sena na área em torno da catedral permite apreciar as fachadas de uma das mais antigas catedrais francesas em estilo gótico.

Le Marché aux Puces de St-Ouen

Com objectos de arte, antiguidades, velharias e outras curiosidades extravagantes, as Puces, como também é conhecida esta feira da ladra, é o local ideal para “ver as montras”, e quem sabe comprar até alguma pechincha. Saia na estação de metro Porte de Clignancourt na linha 4, e siga a multidão.

Le Champ de Mars

Esta área verde no 7ème arrondissement pode ser uma alternativa barata e sem filas a uma visita ao topo da Torre Eiffel. Faça um picnic à sombra deste marco histórico enquanto aprecia a vista deslumbrante.

Cemitério Père Lachaise

O cemitério onde estão sepultados os famosos é uma visita obrigatória e gratuita em Paris. Proust, Balzac e Oscar Wilde são alguns dos escritores enterrados em Père Lachaise. Jim Morrison dos Doors também lá está, sendo a sua campa uma das mais visitadas pelos fãs. Siga até ao 20ème arrondissement, saia na estação Père Lachaise na linha 2 ou 3, ou na estação Philippe Auguste na linha 2.

Musée d’Art Moderne de la Ville de Paris

Com entrada gratuita, a colecção permanente do Musée d’Art Moderne inclui obras do cubismo de Braque e do fauvismo de Matisse (não perca as famosas “Dançarinas”), entre muitos outros pintores modernos. Apanhe a linha 9 e saia na estação Alma-Marceau.

Basílica do Sagrado Coração

No topo da colina de Montparnasse, a Basílica do Sagrado Coração em Paris é um edifício imponente em mármore branco. O seu interior com mosaicos de ouro e vitrais coloridos pode ser visitado gratuitamente, mas é cobrada entrada para visitas à cúpula. Depois de visitar a basílica, aproveite para conhecer o animado bairro de Montparnasse.

Rue Mouffetard

Aos sábados, esta pitoresca rua de pequenas lojas de comida, nos limites do Quartier Latin, transforma-se num enorme mercado. Não perca os deliciosos gelados da Gelati d’Alberto, no nº 45. Saia na estação de metro Les Gobelins na linha 7.

Le Marais

Ideal para um passeio de domingo, Le Marais foi outrora frequentado pela aristocracia francesa. Hoje, o bairro adquiriu um ambiente cosmopolita, com as várias galerias de arte, lojas e restaurantes da moda que aqui se instalaram. Le Marais também conta com o bairro judeu, Pletz, repleto de lojas com delícias judaicas, e não muito longe com um núcleo gay que tem vindo a ganhar importância, com vários bares, clubes noturnos e lojas dedicadas a esta comunidade.

Jardin des Tuileries

Situado entre o Louvre e a Place de la Concorde, o Jardim das Tulherias é um parque histórico de Paris, criado por Catarina de Médicis. O jardim, em estilo francês, formal, é marcado pela simetria e por várias estátuas ornamentais.

Arènes de Lutèce

Construídas no final do século I d.C. as Arènes de Lutèce (Arenas de Lutécia) são consideradas as mais importantes ruínas galo-romanas de Paris. O anfiteatro, outrora palco de gladiadores, é hoje um dos melhores locais para o popular jogo da petanca.

Partilhar.