Guia de Viagem: Visitas Gratuitas em Londres

Londres tem fama de ser uma das cidades mais caras do mundo. E essa fama é inteiramente merecida quando falamos de restaurantes, espectáculos e excursões. Mas existem também diversas atrações na capital britânica que podem ser visitadas gratuitamente.

Tome nota destas dez sugestões de visitas em Londres que pode fazer sem gastar dinheiro. Vai encontrar museus de renome internacional, edifícios históricos, galerias de arte e parques. O que não faltam são ideias para todos os gostos.

1. Museu Britânico

British Museum

Interior do Museu Britânico

O Museu Britânico dispensa apresentações, e tem entrada gratuita. Os mármores de Elgin, a polémica colecção de esculturas levada em 1806 do Partenon em Atenas para a Grã-Bretanha por Lord Elgin (ainda hoje os gregos a reclamam!), são algumas das atrações. Mas o museu tem muito mais para ver, com objectos de praticamente todas as civilizações. A galeria do Iluminismo é particularmente fascinante. Destaque ainda para o belíssimo tecto de vidro que ilumina o Great Court.

2. Speakers’ Corner

Hyde Park

Hyde Park

Quando visitar o Hyde Park, não perca a esquina nordeste, próxima de Marble Arch. Aqui, a animação é diária desde o final dos tempos vitorianos. Toda a gente pode participar e declamar sobre o seu tema de eleição.

3. Galeria Nacional

Galeria Nacional

A Galeria Nacional (National Gallery) tem entrada gratuita e oferece todas as semanas um conjunto de eventos, também eles gratuitos, que incluem visitas guiadas e palestras. Aproveite para admirar diversos quadros famosos – “Os Girassóis” de Van Gogh, “Os Embaixadores” de Holbein ou “O Temerário” de Turner. O edifício tem muitas salas; facilmente se evitam as multidões.

4. Render da Guarda

Buckingham

Guardas no Palácio de Buckingham

Uma visita a Londres não fica completa sem assistir ao render da guarda no Palácio de Buckingham. Este espectáculo de manobras militares e marchas clássicas acontece em dias alternados (segundas, quartas, sextas e domingos), se as condições meteorológicas o permitirem. A cerimónia tem início às 10h45, e dura cerca de 45 minutos. Tratando-se de um evento extremamente popular, e gratuito, é aconselhável chegar com pelo menos uma hora de antecedência.

5. Tate Modern

Badende bei Moritzburg (Bathers at Moritzburg)

Ernst Ludwig Kirchner, 1909/1926

A Tate Modern e a Tate Britain são dos maiores e mais conhecidos museus a nível mundial. A Tate Modern centra-se em arte moderna e contemporânea, enquanto que a Tate Britain expõe arte britânica do século XVI até aos nossos dias.

6. Biblioteca Britânica

Biblioteca Britânica

A Biblioteca Britânica não é apenas um templo de leitura para académicos e estudiosos. Tem outras actividades abertas ao público em geral, que incluem exposições temporárias. Na exposição permanente sobre os tesouros da biblioteca estão expostas algumas das obras mais significativas da história da humanidade, desde a Carta Magna à Bíblia de Gutenberg, sem esquecer as colecções de música de Mozart e dos Beatles.

7. Jardins de Kensington

Albert Memorial

Um dos oito parques reais, os jardins de Kensington que outrora serviam a residência real, recebem todos os anos milhões de turistas, e são um ponto de passagem obrigatório. Para além do Palácio de Kensington, os Jardins Italianos, o Albert Memorial, a estátua do Peter Pan e o Memorial da Princesa Diana, são outros dos destaques deste parque londrino.

8. St Bride’s Church

Conhecida como a “Igreja dos Jornalistas” dada a sua proximidade de Fleet Street, a história da St Bride’s Church remonta ao século VII a.C. por ter sido erguida num antigo local de culto. A sua construção data de 1672, após o grande incêndio de Londres. Diz-se que a famosa torre inspirou o primeiro bolo de casamento em camadas.

9. Museu de História Natural

Natural History Museum

Interior do Museu de História Natural

Fundado em 1881, o Museu de História Natural de Londres (Natural History Museum) possui uma colecção impressionante de objectos e espécies de Botânica, Entomologia, Mineralogia, Paleontologia e Zoologia, e ainda um jardim que inclui várias espécies nativas de fauna e flora. Entre as principais atrações da exposição permanente, destacam-se os esqueletos de dinossauros.

10. Royal Festival Hall

O Royal Festival Hall em Londres é uma sala de concertos localizada no Southbank Centre. Inaugurada em 1951, funciona desde a década de 1980 como espaço aberto ao público. Mesmo quando não está a decorrer um espectáculo, há sempre um concerto, uma exposição ou um workshop gratuitos, em especial ao fim-de-semana. Suba de elevador até ao 5º andar, onde encontrará uma pequena varanda com uma vista fabulosa sobre o Tamisa.