O Que Ver em Oslo: Atrações Turísticas

Rodeada por uma paisagem deslumbrante onde sobressaem os fiordes e as colinas verdejantes, Oslo encontra-se situada num cenário natural único, e é uma das portas de entrada para visitar os Fiordes da Noruega.

A cidade de Oslo, capital da Noruega, localiza-se no sudeste do país entre o Oslofjorden (fiorde de Oslo) e as colinas de Oslomarka. Com cerca de 450 km2, é uma das maiores capitais do mundo em termos de superfície.

A cidade é o principal centro económico, cultural, e científico do país, sendo um dos pólos mais importantes da economia norueguesa, com principal destaque para a banca, a indústria, a navegação, e o comércio marítimo.

Durante vários anos, Oslo foi considerada como uma das cidades mais caras do mundo, encontrando-se ainda nos lugares cimeiros das urbes com melhor qualidade de vida. Com cerca de um milhão e meio de habitantes, na sua área metropolitana, Oslo é uma cidade cosmopolita e multicultural (cerca de um quarto da população é oriunda de outros países), que tem vindo a registar um acréscimo de habitantes ao longo dos últimos anos (17 por cento em 15 anos) mercê da elevada taxa de natalidade e da imigração.

Segundo as crónicas de Snorre Sturlason, Oslo foi fundada no ano de 1048 por Harald Hardråde, e tornou-se capital do país em 1299 com o rei Håkon V, o primeiro rei a fixar residência em Oslo. Foi nesta altura que foi erigido o forte de Akershus, um castelo medieval construído para defesa da cidade, que até hoje permanece sob alçada militar.

Palácio Real em Oslo

Pormenor do Palácio Real

Cerca de um século depois, a Noruega e a Dinamarca uniram-se, e a importância de Oslo decaiu no contexto do novo reino. No primeiro quartel do século XVII, Oslo sofreu um violento incêndio que destruiu por completo a cidade. O rei Christian IV da Dinamarca reconstrui a urbe, mas sob um novo nome, Kristiania, que perdurou até 1925. Ao longo do século XIX dá-se um período de grande prosperidade, fruto dos negócios associados ao mar, tendo sido neste século que foram construídos os principais edifícios de interesse histórico da cidade.

O Que Ver

O centro histórico de Oslo, apelidado de Kvadraturen, desenvolve-se entre o forte de Akershus e a artéria pedonal Karl Johan – principal avenida da cidade –, desenhada pelo arquiteto H. Linstow.

Principal artéria comercial da cidade

Avenida pedonal Karl Johan com vista para o Palácio Real

Neste segmento encontrará as principais atrações turísticas de Oslo, como o Teatro Nacional, o Palácio Real (Slottet), a Galeria Nacional ou a Universidade. É aqui que se concentram também as principais lojas para realizar compras como a Byporten, a Palée ou a Christiania Glasmagasin. Pode considerar-se que o centro da cidade, propriamente dito, é delimitado pela estação central a Leste, pelo Palácio Real a Oeste, e o Forte de Akershus a Sul.

Outros locais de interesse são o edifício da Ópera, uma das mais recentes obras-primas de arquitetura da cidade que venceu o prémio para o melhor edifício cultural do Festival Mundial de Arquitetura, o edifício da Câmara Municipal (Rådhuset), a Catedral, e o Parlamento Norueguês (Stortinget).

Vista panorâmica da Ópera de Oslo

Ópera de Oslo

Oslo dispõe ainda uma ampla oferta cultural, com cerca de 50 museus e galerias que se distribuem por toda a cidade. Entre os que mais se destacam salientam-se o Museu Munch, dedicado ao pintor norueguês Edward Munch, a Galeria Nacional, que expõe obras do período romântico, e o Museu Ibsen, dedicado à vida e obra do dramaturgo norueguês Henrik Ibsen que viveu durante o século XIX.

Nota ainda para o museu ao ar livre de História Cultural (Norsk Folkemuseum), o museu de embarcações Viking (Vikingskipshuset), e o museu de Ciência e de Tecnologia.

Itinerário pelas principais atrações do centro de Oslo

Itinerário pelas principais atrações do centro de Oslo

Algumas entradas nos museus são gratuitas, como é o caso da Galeria Nacional. No entanto, na maioria dos casos, as entradas são pagas e caras. Se pretende visitar alguns museus, pode adquirir o Oslo Pass que lhe dá acesso gratuito nos museus e também ao (dispendioso) sistema de transportes públicos da cidade.

Oslo é uma cidade rodeada de verde, onde não faltam paisagens fascinantes. O parque Frogner é uma vasta área verde que oferece ainda uma magnífica coleção de 200 esculturas do artista Gustav Vigeland que merecem uma visita. De Ekeberg, na parte oriental da cidade, pode obter uma das mais impressionantes panorâmicas sobre a cidade, ladeada por colinas verdejantes.

Se visitar Oslo durante o inverno ou na primavera, e apreciar os desportos associados à neve, tem ainda outros pontos de interesse a considerar. O Tryvann Vinterpark, situado a cerca de 20 minutos de metro do centro da cidade, é um excelente local para praticar esqui alpino, telemark, esqui de fundo e snowboard, a uma altitude de 500 metros. Esta estância de esqui funciona entre Dezembro e Abril, e oferece todas as comodidades aos visitantes.

Quando Ir

Ao contrário do que se possa pensar, Oslo não uma cidade com temperaturas muito baixas tendo em consideração a latitude a que se situa (60º N). O clima é de facto amenizado pela influência da Corrente do Golfo que torna os Invernos mais suaves. O clima de Oslo caracteriza-se por ser continental húmido, onde as temperaturas médias oscilam entre os – 3ºC no Inverno e os 20ºC durante o verão.

A precipitação distribui-se equitativamente ao longo do ano, sendo que o período mais chuvoso se situa entre os meses de julho e outubro e o menos chuvoso entre os meses de janeiro e abril.

Devido à sua posição geográfica (latitude), a luz do dia subsiste durante 18 horas durante o verão, enquanto que no inverno a luz do dia não dura mais de 6 horas. O melhor período para visitar Oslo será entre abril e setembro quando as temperaturas são mais amenas, oscilando entre os 15 e os 20ºC. Em todo o caso, é aconselhável não esquecer o guarda-chuva e o impermeável.

Onde Ficar

Para verificar as melhores ofertas de hotéis em Oslo visite o portal de reserva de hotéis Booking.com

Como Chegar

A TAP oferece voos diretos entre Lisboa e Oslo e voos a partir do Porto via Lisboa. A Lufthansa e a KLM também disponibilizam voos para Oslo, com escala em Frankfurt ou Munique e Amesterdão respetivamente.

No segmento low cost, a Norwegian tem voos diretos entre Lisboa e Oslo a determinados dias da semana. Com partidas de Faro, a Ryanair oferece voos diretos para o aeroporto de Rygge, a cerca de 60 km da capital.

Para obter os melhores preços ou para efetuar reservas, consulte a nossa página de pesquisa de voos online.

Saber Mais

Para obter mais informações sobre a cidade, percursos, hotéis e realização de visitas guiadas consulte o site oficial do Turismo de Oslo. Sobre este país, leia ainda o artigo sobre os Fiordes na Noruega.