Clima da Tanzânia – Quando Ir, Melhor Época para Visitar

Localizada a sul da linha do equador, em África, a Tanzânia é um destino turístico cada vez mais popular. O país oferece reservas naturais como o Serengeti, praias paradisíacas, em especial as de Zanzibar, e locais icónicos como o Monte Kilimanjaro.

Com um vasto território, o clima da Tanzânia é predominantemente tropical, ou seja, quente e húmido, em especial no litoral, incluindo a capital Dar Es Salaam e o arquipélago de Zanzibar. Mas existem variações em função da região e da altitude.

A região montanhosa do nordeste, onde está situado o Monte Kilimanjaro, é mais fresca. Já o grande planalto no interior do país permanece seco e árido ao longo de todo o ano.

Estações na Tanzânia

Nos principais destinos turísticos da Tanzânia, existe uma estação das chuvas de longa duração entre Março e Maio. Neste período, as chuvadas à tarde são frequentes – mais intensas e previsíveis no litoral. A humidade apresenta valores elevados e a temperatura máxima pode ultrapassar os 30ºC.

A longa estação seca ocorre entre Junho e Outubro. Durante este período, chove pouco, e os dias são de céu limpo e sol. As temperaturas são ligeiramente mais frescas, em especial durante os safaris de manhã, os chamados game drive.

Entre Novembro e Dezembro, verifica-se outra estação chuvosa mas de curta duração, durante a qual chove mas de forma esporádica e menos intensa. Segue-se normalmente uma breve estação seca em Janeiro e Fevereiro, antes do regresso da chuva em Março.

Gráfico de temperatura e precipitação anual na estação meteorológica de Dar Es Salaam

Quando Ir

A melhor época para visitar a Tanzânia é durante a longa estação seca. Nos meses de Junho, Julho, Agosto, Setembro e Outubro, a chuva é praticamente inexistente, inclusivamente nas ilhas.

Para muitos visitantes, um dos principais objectivos de uma viagem à Tanzânia é ver a grande migração de gnus, acompanhada de outros animais como gazelas, zebras e impalas, no Parque Nacional de Serengeti.

Esta grande migração ocorre segundo um padrão bem conhecido. De facto, os gnus procuram constantemente pastagens férteis e húmidas.

Como tal, é possível observar o espectáculo ao longo do ano – basta saber onde. Quando as chuvas começam a cair em Novembro, os animais deslocam-se de norte para as planícies mais verdejantes de Serengeti. Com o início da estação seca, a migração faz-se das pastagens secas do sul para norte em direcção à Reserva Nacional de Maasai Mara, no Quénia.