Comboio Histórico no Douro e Rota das Amendoeiras

0

O comboio histórico do Douro e a rota das amendoeiras são duas propostas turísticas promovidas pela CP que dão a conhecer o Portugal interior.

O comboio histórico do Douro, parte da Régua em direcção ao Pinhão numa locomotiva de origem alemã com cerca de oitenta anos. Ao longo do percurso terá a oportunidade de visitar diversos lugares, e conhecer as tradições e gastronomia locais.

A vila do Pinhão encontra-se localizada na margem direita do rio Douro em plena região demarcada do Vinho do Porto, inserindo-se numa das áreas enquadradas no Património Cultural da Humanidade, designado pela UNESCO. Aqui, poderá visitar a Wine House, onde poderá realizar uma degustação de vinhos da região, e apreciar os painéis de azulejos, existentes na estação de comboios, que reproduzem as actividades das vindimas e as paisagens do Alto Douro Vinhateiro.

Na Quinta Nova Nossa Senhora do Carmo pode experimentar um cálice do vinho do Porto ao som da música e dos cantares regionais. Esta Quinta, situada no Pinhão, encontra-se rodeada por uma paisagem tipicamente duriense, onde para além da vinha, também pode encontrar pinheiros, laranjeiras, ou amendoeiras.

A Quinta é constituída ainda por uma casa senhorial datada do século XVIII e por uma capela do século XVII que foram recuperadas, tendo em consideração as características arquitectónicas originais.

Nesta viagem, pode aproveitar para explorar a região com mais tempo e pernoitar num dos excelentes empreendimentos hoteleiros existentes. Existem condições especiais para os clientes da Comboio Histórico em algumas unidades, como CS Vintage House Hotel, o Douro Park Hotel, o Hotel Régua Douro, ou o Hotel Quinta Nova.

Comboio histórico do Douro

Vale do Douro

O comboio histórico do Douro funciona entre os meses de Maio e de Outubro com partidas aos Sábados da estação da Régua.

Ainda nesta região destaca-se o Comboio das Vindimas que decorre durante o mês de Setembro. As partidas realizam-se da estação da Campanhã, no Porto, num comboio regional especial, em direcção à Régua. Ao longo da viagem poderá apreciar a paisagem moldada pelo Homem, ao longo de décadas, que se transformou num bilhete-postal da região, onde sobressaem os socalcos nas vertentes declivosas e as magnificas vinhas alinhadas.

Na Régua, existe um serviço rodoviário que levará o viajante até à Quinta de Campanhã. Neste local terá a oportunidade de degustar o vinho do Porto, de realizar uma visita guiada à área de produção de vinho e à adega, e apreciar a gastronomia regional na companhia dos cantares, da música e do movimento de um rancho folclórico.

O ponto alto desta visita é a participação nas “lagaradas” ou festa das vindimas que corresponde a uma tradição festiva nos lagares, após a recolha das uvas, onde se pisa o vinho, se dança, canta e celebra o final de mais uma vindima.

A Rota das Amendoeiras constitui o mais antigo programa turístico da CP que calcorreia belas paisagens do Alto Douro e de Trás-os Montes que se realiza entre as estações da Campanhã (Porto) e do Pocinho (Vila Nova de Foz Côa).

A viagem de comboio demora cerca de três horas e meia e passa por Rio Tinto, Ermesinde, Penafiel, Caíde, Régua, e Freixo de Numão. As partidas realizam-se aos Sábados entre o final do mês de Fevereiro e final do mês de Março.

Ao longo do percurso terá a oportunidade de conhecer descontraidamente as belas paisagens do interior do país. No destino, existem três opções rodoviárias para conhecer a região, com tempo livre para conhecer cada lugar e para almoçar, bem como algumas paragens para apreciar as belas panorâmicas existentes durante o itinerário.

A primeira opção de viagem inicia-se no Pocinho e passa por Torre de Moncorvo, Freixo de Espada à Cinta, Penedo Durão, Barca de Alva, Castelo Rodrigo, e Foz Côa. A segunda rota tem o seu início em Freixo de Numão, com visita a Penedono, Trancoso, Marialva, Meda, Longroiva e Foz Côa. A terceira e última opção também se inicia no Pocinho com passagem por Alfândega da Fé, Cerejais, Mogadouro e Torre de Moncorvo.

Partilhar.