Como Tirar o Visto para a China: Documentos Necessários

Para obter o visto para a China, deverá deslocar-se ao novo centro de recepção e levantamento de vistos. Não são aceites pedidos de visto por correio.

Saiba quais os documentos que precisa de apresentar e quanto custa obter o visto para a China.

O centro de de recepção e levantamento de vistos está localizado na Avenida António Augusto de Aguiar nº 130, 5º andar, em Lisboa. O horário de funcionamento é de segunda a sexta entre as 9h e as 15h para pedidos de visto, e das 9h às 16h para levantamento dos vistos.

Os serviços consulares aconselham a marcação de uma hora para fazer o pedido presencial e o preenchimento online do formulário de pedido de visto. No entanto, o levantamento do passaporte com o visto não precisa de ser no centro, podendo ser enviado por correio mediante o pagamento da respectiva taxa de serviço.

Documentos para Obter o Visto

Para solicitar o visto para a China, tem de apresentar os seguintes elementos:

  • passaporte com validade mínima de seis meses e fotocópia da página com os dados pessoais;
  • formulário preenchido online;
  • declaração da entidade patronal comprovativa da profissão, carimbada, timbrada e assinada;
  • cópia da reserva dos voos de ida e volta e do hotel.

O pedido de visto deve ser efectuado com a antecedência mínima de um mês e máxima de três meses em relação à data de partida.

Prazos e Custo de Emissão do Visto

O visto é emitido nos seguintes prazos, sendo cobrada uma taxa de serviço:

  • Normal (4 dias úteis): 55 euros
  • Expresso (3 dias úteis): 75 euros
  • Urgente (2 dias úteis): 85 euros

O envio do visto por correio tem um custo de 75 euros (sem IVA).

O pagamento da taxa de serviço pode ser efectuado em dinheiro ou cartão de débito.

Pode consultar online o estado do pedido de visto. Pode ainda contactar o centro através do email lisboncentre@visaforchina.org ou do telefone 213540884.

Isenção de Visto em Trânsito

Recentemente, o governo chinês facilitou a presença de turistas em algumas cidades da China, não sendo necessário visto para permanências inferiores a 72 horas desde que seja em trânsito para um país terceiro.

As cidades abrangidas por esta medida são: Pequim, Xangai, Guangzhou, Chengdu, Chongqing, Shenyang, Dalian, Xian, Guilin, Kunming, Hangzhou, Wuhan, Xiamen, Harbin, Tianjin, Nanjing, Qingdao, e Changsha.

A isenção de visto pode ser obtida à chegada no aeroporto da cidade chinesa, sendo um processo relativamente simples. Basta informar a companhia aérea no check-in, preencher o formulário (Arrival/Departure Card) durante o voo para a China, e apresentá-lo à chegada no controlo de fronteiras, juntamente com o passaporte e o bilhete de avião para outro destino.

Durante a permanência na China, não pode sair dos limites geográficos das cidades. Mais informações podem ser obtidas no site oficial do Turismo da China.

Macau e Hong Kong

Se vai visitar Hong Kong e Macau, não precisa de visto. Para estadias até 90 dias, basta o passaporte com validade mínima de seis meses em relação à data de partida.