Equador e Arquipélago das Galápagos

0

A grande variedade de culturas indígenas, uma arquitectura colonial bem preservada, santuários da vida selvagem, admiráveis paisagens vulcânicas e uma densa selva tropical, fazem do Equador um destino com diversas dimensões de interesse para o viajante.

O país é atravessado pelo equador geográfico, situando-se no Noroeste da América do Sul limitado pelo Peru a Este, pela Colômbia a Norte e pelo Oceano Pacifico a Oeste.

O país encontra-se dividido em quatro regiões geográficas distintas: as terras baixas ocidentais do litoral, as terras altas centrais dos Andes, as selvas orientais da floresta amazónica e as ilhas Galápagos, situadas a cerca de 1000 km a Oeste do continente.

O Equador, graças ao seu clima e à grande variedade de habitats é um dos países com maior diversidade de espécies do Planeta.

O Que Ver

A capital Quito encontra-se situada no extremo norte do país, num vale andino, localizada a 2850 metros acima do nível do mar e a apenas 22 km do equador geográfico. Do ponto de vista arquitectónico, a cidade conserva diversos tesouros coloniais e a construção mais recente foi alvo de um controlo apertado, desde que a cidade foi proclamada Património Mundial da Humanidade em 1978.

A paisagem de fundo é dominada pelas montanhas. Na cidade, as casas brancas de telhas vermelhas e as igrejas coloniais são o atractivo desta urbe, destacando-se a igreja de São Francisco, a mais antiga do país, datada do século XVI; a Catedral; La Ronda; El Panecillo, uma colina com vistas extraordinárias sobre a cidade velha e onde se localiza a estátua de la Virgen de Quito com mais de 30 metros de altura.

Outros pontos de interesse são os mercados ao ar livre; a movimentada avenida Amazonas, o orgulho da cidade moderna, e o Vivarium, um museu dedicado à exibição e estudo dos répteis e anfíbios do Equador.

Os viajantes devem ter precauções redobradas, relativamente aos roubos, nos mercados e nos terminais de autocarros, nas áreas turísticas, e à noite nas zonas de El Panecillo, El Tejar e na avenida Cristóbal Colón.

Parque Nacional Sangay. Fonte: wikipedia.org

Parque Nacional Sangay. Fonte: wikipedia.org

A cerca de 70 km a sudeste de Baños, situado a cerca de 170 km a Sul de Quito, encontra-se o Parque Nacional Sangay com cerca de 272 000 hectares de selva remota e quase inacessível onde se pode encontrar uma grande riqueza de animais exóticos, uma grande diversidade florística e diferentes classes de habitats.

A cidade de Cuenca fundada pelos espanhóis em 1557 é a terceira maior cidade do Equador em tamanho, a seguir a Guayaquil, com múltiplos motivos de interesse. O centro histórico é dominado por inúmeras igrejas dos séculos XVI e XVII com edifícios reabilitados e singulares.

A região do Oriente, nas terras baixas do Amazonas, é caracterizada por vastas extensões de selva de ambiente tropical, onde pode visitar comunidades indígenas, observar pássaros e conhecer uma flora exuberante. Para visitar as áreas de selva é aconselhável contratar um guia local. As principais empresas e guias que realizam excursões pela selva encontram-se nas localidades de Mishahuallí, Puyo, Macas, Puyo, Coca, Lago Agrio e Tena.

As ilhas Galápagos converteram-se na meca dos amantes da História Natural. O arquipélago estende-se por 7 800 km2, situando-se a cerca de 1000 km a Oeste da costa do Equador, compreendendo 12 ilhas principais e diversas ilhas mais pequenas.

Em 1832 o Equador proclamou a soberania do arquipélago, três anos da chegada do seu visitante mais famoso, Charles Darwin. Durante o século XX, as ilhas eram ocupadas por colonos e utilizadas como prisões, sendo que a última fechou em 1959.

Iguanas de Galapagos. Autor: Óskar Guðlaugsson

Iguanas de Galapagos. Autor: Óskar Guðlaugsson

O Arquipélago foi declarado Património Universal da Humanidade pela UNESCO em 1978. As visitas às ilhas encontram-se limitadas e protegidas do turismo de massas. Por ano o arquipélago recebe, em média, 60.000 visitantes. O preço de entrada neste espaço protegido é de 100 dólares, que se paga à chegada.

A ilha principal Santa Cruz, com cerca de 15 mil habitantes, tem na sua principal cidade, Puerto Ayora, o ponto de partida para descobrir o santuário selvagem destas ilhas. A partir daqui pode apanhar pequenos barcos para viagens de um dia ou cruzeiros para períodos de tempo maiores para visitar as diversas ilhas e observar a vida animal. As ilhas mais interessantes para fazer uma visita são a: Fernandina, Isabela, e Genovesa.

Nas ilhas pode observar uma enorme diversidade de aves, répteis, mamíferos, e flora. A paisagem é dominada pela aridez vulcânica onde se pode encontrar em alguns locais, autênticos oásis de praias de areia branca e água de um azul inesquecível. Os leões-marinhos, as iguanas, as tartarugas, as aves de patas azuis, os peixes de múltiplas cores, os pinguins, as baleias e os tubarões são tudo aquilo que pode observar numa viagem única e num local onde a vida selvagem ainda é uma realidade.

Quando Ir

O estado do tempo é caracterizado por mudanças repentinas ao longo do dia. Podem distinguir-se duas estações (húmida e seca) mas com uma grande diversidade climática segundo a geografia do país.

As regiões da costa continental e as ilhas Galápagos são influenciadas pelas correntes oceânicas de águas quentes que originam precipitação entre Janeiro e Abril. Entre Maio e Dezembro as temperaturas são mais amenas e com escassez de chuva.

Nas terras altas, a estação seca ocorre entre Junho e Setembro. No vale central, o estado do tempo é primaveril durante todo o ano, onde as temperaturas não excedem os 24ºC.

Na região oriental do país as precipitações são mais abundantes, sendo que entre Julho e Agosto é quando chove mais e entre Setembro e Dezembro é o período com menor precipitação, com temperaturas semelhantes às regiões costeiras.

Como Chegar

A Iberia oferece ligações a partir de Lisboa e Porto para a capital Quito e para a cidade de Guayaquil a partir de 1037€ e 1214€, respectivamente, com escala em Madrid, numa viagem com a duração aproximada de 11 horas.

De Quito ou de Guayaquil para as Galápagos, a AeroGal oferece voos a partir de 334€, numa viagem de aproximadamente 2 horas.

Uma das hipóteses a considerar é a compra de um pacote de férias numa agência de viagens. A Abreu tem um pacote de viagem de 13 dias com visita às cidades de Quito, Calderón, Otavalo, Cotacachi, Parque Nacional Cotopaxi e Galápagos com preços desde 4100€.

A agência de viagens Nomad oferece o programa “À Descobertas das Galápagos” desde 1850€ (voo não incluído) numa viagem de 12 dias.

Formalidades

É necessário passaporte com uma validade mínima de 6 meses. Não é necessário visto para estadias em turismo não superiores a 90 dias.

Sugere-se que, antes de viajar, obtenha um seguro de viagem e de saúde que cubra o maior número possível de riscos. A rede sanitária é precária, mas os principais centros urbanos dispõem de água potável.

Salienta-se que existe o risco de contrair malária e dengue nas zonas costeiras, no interior amazónico e nos planaltos que não ultrapassem os 2000 metros de altitude.

Saber Mais

Para informações pormenorizadas sobre o Equador e o Arquipélago das Galapagos visite o site de turismo www.ecuador.com.

Partilhar.