Férias em Abril: Onde Ir e O Que Visitar

A Primavera é uma excelente época para viajar. Normalmente em Abril, sucedem-se as celebrações da Páscoa um pouco por todo o mundo.

Mesmo aqui ao lado, a Semana Santa de Sevilha é uma das festas cristãs mais importantes.

As capitais europeias são também excelentes destinos para férias em Abril, com bom tempo e relativamente poucos turistas. Amesterdão e Budapeste são duas das nossas propostas.

Mas se, depois de um longo Inverno, anseia por sol e calor, Cuba nas Caraíbas é o destino perfeito para uma viagem na Primavera.

Descubra seis dos melhores locais para visitar em Abril.

1. Sevilha, Espanha

Vista da Catedral de Sevilha

A Semana Santa em Sevilha é uma das grandes festas desta cidade da Andaluzia, e de Espanha. É celebrada entre Domingo de Ramos e Domingo de Páscoa com procissões nas ruas da cidade. Domingo de Páscoa marca também a abertura da época taurina, com a Feria de Abril a realizar-se duas semanas mais tarde.

Para além das festividades, Sevilha é conhecida pelas suas igrejas, com destaque para a Catedral de Sevilha, a maior de Espanha (destino final das procissões de Páscoa), e pelos seus palácios como o Real Alcázar. A praça de touros Real Maestranza de Caballería de Sevilla é outro dos marcos desta cidade espanhola.

2. Amesterdão, Holanda

Amesterdão

Canais de Amesterdão

A Primavera é um dos períodos mais interessantes para visitar Amesterdão. É nesta época do ano que os jardins e os parques estão floridos, e a festa nacional holandesa – Dia do Rei – é celebrada a 27 de Abril com diversas festas nos canais.

Neste dia, a cidade é inundada pela cor laranja da família real holandesa. As celebrações incluem um enorme mercado que ocupa as ruas e os parques de Amesterdão. O vrijmarkt, como é conhecido, é uma espécie de feira da ladra onde se vende um pouco de tudo.

3. Budapeste, Hungria

Parlamento de Budapeste

Faça uma escapadinha em Budapeste durante o Festival da Primavera. Este evento cultural, patrocinado pelo município da capital húngara, inclui concertos de música clássica, ópera e jazz, além de espectáculos de ballet e teatro.

Para além disso, são diversas as actividades que a capital da Hungria proporciona aos seus visitantes numa escapadinha. Desde visitas aos principais monumentos, panorâmicas da cidade e do Danúbio, passeios de barco, sem esquecer os banhos termais.

4. Marraquexe, Marrocos

Madraça Ben Youssef

Marraquexe é um destino único, que desperta sensações numa viagem que, por vezes, mais parece uma viagem no tempo. Esta cidade marroquina é o destino perfeito para uma escapadinha em Abril, antes das temperaturas extremas do Verão. Atravesse a praça Jemaa El Fna em diferentes horas do dia, perca-se nos souks, autênticos labirintos, visite a madraça Ben Youssef e descubra uma realidade cultural distante mas aqui tão próxima.

5. Cuba

Viagens para Cuba

Ruas de Havana

Aproveite o último mês da estação seca para visitar Cuba. O itinerário começa em Havana, a cidade parada no tempo, Património Mundial da UNESCO. De Havana Vieja à famosa marginal El Malecón, esta é uma cidade com um ambiente único criado pelos edifícios históricos, muitos reabilitados ou em vias de reabilitação, os carros antigos e uma população local acolhedora.

Rume depois até à estância balnear de Varadero, conhecida pelos seus hotéis com tudo incluído. Em alternativa, aventure-se até Cayo Coco, um dos paraísos de Cuba. Não deixe o país sem primeiro dar uns passinhos de salsa em Trinidad, a cidade histórica, classificada Património Mundial pela UNESCO graças à sua arquitectura e ambiente coloniais.

6. Bolívia

Salar de Uyuni

Localizada no coração da América do Sul, a Bolívia é um país que oferece uma combinação de atracções, desde paisagens surreais a cidades cosmopolitas e animados mercados de rua.

Uma das experiências imperdíveis é uma visita a Salar de Uyuni nos Andes bolivianos. Salar de Uyuni é a maior planície salgada do mundo com 10.582 km², situando-se a cerca de 3.600 metros de altitude. Com alguma sorte, em Abril, que marca o fim da estação das chuvas na Bolívia, poderá ver o efeito de espelho, um fenónemo que se caracteriza pela reflexão do céu no chão molhado deste imenso deserto de sal.