Férias em Novembro: Onde Ir e O Que Visitar

Novembro é um dos melhores meses do ano para conhecer diversos locais por todo o mundo a preços económicos e com menos turistas.

Na região das Caraíbas, é o mês que faz a transição para a estação seca. Já nas ilhas do Pacífico, Novembro prepara a estação das chuvas. Em destinos muito quentes, como a Índia ou o Egipto, as temperaturas são mais amenas em Novembro. E nos Estados Unidos, celebra-se o Dia de Acção de Graças, tradicionalmente ligado às colheitas do Outono.

Conheça seis dos melhores destinos para visitar em Novembro.

1. Costa Rica

Macaco-Capuchinho no Parque Nacional Manuel Antonio

A Costa Rica é um dos mais belos países da América Central. Tem para oferecer aos seus visitantes paisagens deslumbrantes e um conjunto de atrações ao ar livre. A geografia é dominada por quatro cadeias montanhosas de origem vulcânica. A costa do Pacífico possui diversas praias e duas belas penínsulas (Nicoya e Osa) que não deixam ninguém indiferente.

2. Deli, Índia

Templo de Lótus

Genericamente, a melhor época para visitar a Índia é durante o período mais fresco, que vai de Novembro a meados de Fevereiro. Estes meses são especialmente interessantes para descobrir o famoso triângulo dourado, constituído pelas cidades de Deli, Agra e Jaipur.

Deli, em particular, é uma cidade de contrastes e história, materializados na caótica Velha Deli por oposição à moderna Nova Deli, capital da Índia. Passado o choque inicial perante uma cultura com valores diferentes, um trânsito infernal e elevados níveis de poluição, é tempo de apreciar os fascinantes templos, mesquitas e monumentos desta cidade indiana.

3. Bora Bora e Tahiti, Polinésia Francesa

Paisagens de Bora Bora e do Tahiti

O paraíso existe e está do outro lado do mundo. Tahiti e Bora Bora fazem parte da lista de destinos que grande parte das pessoas gostaria de visitar pelo menos uma vez na vida. O mês de Novembro pode ser a oportunidade. Os dias passados no Tahiti são dedicados a apreciar as paisagens rodeadas de montanhas verdes, a desfrutar as praias magníficas, a explorar os corais, e a praticar mergulho ou snorkelling. Pode ainda visitar os diversos vulcões extintos dispersos pelas ilhas e apreciar as paisagens.

4. Nova Iorque, Estados Unidos

Desfile do Dia de Acção de Graças em Nova Iorque

O desfile anual da Macy’s, uma grande cadeia de lojas norte-americana, realiza-se em Nova Iorque na última quinta-feira de Novembro, dia de Acção de Graças. A partir das 9 horas da manhã, e ao longo de três horas, desfilam carros alegóricos, bandas e palhaços. Mas as principais estrelas são os enormes balões com personagens de animação, como o Mickey Mouse, o Snoopy, a Hello Kitty, e até o Homem-Aranha.

Uma das melhores formas de assistir ao espectáculo é ficar num dos hotéis com vista privilegiada para o desfile. Deixamos algumas sugestões: JW Marriott Essex House New York (5*), 1 Hotel Central Park (5*), New York Hilton Midtown (4*), LUMA Hotel – Times Square (4*).

5. Varadero, Cuba

Praia de areia branca em Varadero

As extensas praias de areia branca e águas de cor azul-turquesa são a imagem de marca de Varadero, um dos principais destinos turísticos de Cuba. Com águas tão límpidas que oferecem uma visibilidade até 40 metros de profundidade, o mergulho e o snorkelling são as actividades favoritas neste destino. Aproveite também para visitar o Parque Josone, com jardins botânicos, lagos e pontes, ou as grutas Bellamar, uma das mais antigas atrações turísticas do país. Pode ainda dar um salto à capital Havana, que dista apenas 134 quilómetros desta estância balnear.

6. Pirâmides de Gizé, Egipto

A Grande Esfinge nas Pirâmides de Gizé

A melhor época para visitar os sítios arqueológicos do Egipto é a partir do Outono (Novembro a Março) quando as temperaturas são mais amenas. Localizadas nos arredores do Cairo, as pirâmides de Gizé são Património Mundial da UNESCO e a imagem de marca do Egipto. Foram construídas ao longo de três gerações de faraós: o rei Quéops, o seu segundo filho Quéfren e o neto Miquerinos. A Grande Esfinge data do reinado de Quéfren.