Festival de Passeios a Pé na Madeira

Os passeios a pé no Arquipélago da Madeira são uma excelente oportunidade para conhecer todos os recantos naturais do território e conviver com as populações e tradições locais, num ambiente dominado pela Natureza no seu estado mais puro.

O Festival de Passeios a Pé corresponde a um programa organizado de passeios pelas levadas e veredas nas ilhas da Madeira e do Porto Santo na companhia de guias especializados.

Este evento resulta de uma iniciativa da Direcção Regional do Turismo da Madeira em colaboração com o fotógrafo e jornalista inglês Terry Marsh. O Festival acontece pelo terceiro ano consecutivo e irá decorrer entre os dias 12 e 16 de Janeiro.

No total foram seleccionados cerca de 20 percursos pedestres, sendo que todos os dias existem pelo menos 4 passeios por dia que podem ser seleccionados, tendo em consideração os níveis de dificuldade e duração do itinerário.

A distância dos percursos pode variar entre os 3 km (Vereda dos Balcões) na levada da Serra do Faial, e entre 18,5 km (Caminho do Pináculo e Folhadal) nas Levadas da Serra e do Norte, com uma altitude média de 1300 metros.

Um dos percursos mais fascinantes é a Levada dos Cedros que se inicia no planalto do Paul da Serra, atravessando a floresta Laurissilva, Património da Humanidade pela UNESCO, onde pode admirar as plantas autóctones como o loureiro, o vinhático, o til, ou o barbusano. O percurso, com um total de 6 km, termina na povoação de Ribeira da Janela

Festival de Passeios a Pé no Arquipélago da Madeira

Festival de Passeios a Pé no Arquipélago da Madeira

Outros percursos que importa salientar são o Caminho Real da Encumeada, a Vereda do Pico Ruivo, ou a Levada do Areeiro. O primeiro percurso inicia-se no Miradouro da Boca da Corrida e que passa pelo Curral das Freiras, pelo Pico Grande e pelas povoações da Serra d’Água e da Encumeada. Através deste percurso pode apreciar a magnifica paisagem montanhosa com declives acentuados, e quem sabe, avistar algumas espécies de avifauna local como o Bis-Bis, o Tentilhão, a Lavandeira, a Manta ou o Pombo Trocaz.

A Vereda do Pico Ruivo tem o seu início na Achada do Teixeira e neste percurso pode subir até ao ponto mais alto da ilha da Madeira (Pico Ruivo) com cerca de 1860 metros. Esta área insere-se na Rede Natura 2000 (áreas designadas para conservar os habitats e espécies selvagens raras na Europa). O trilho desta vereda passa pelas encostas do Faial de Santana, pela Ribeira Seca, pelo Pico das Torres, pelo Parque Florestal das Queimadas e ainda pelo Caldeirão Verde e Caldeirão do Inferno.

A Levada do Areeiro inicia-se na localidade de Ribeiro Frio, no concelho de Santana, e termina na Levada da Portela com uma distância total de 11 km. Esta Levada é das mais antigas pertencentes ao Estado e data do início do século XIX. O objectivo dos canais existentes era irrigar as áreas agrícolas do Porto da Cruz. Ao longo deste percurso terá a oportunidade de admirar a magnifica paisagem natural e moldada pelo Homem, nomeadamente no vale do Ribeiro Frio e nos campos agrícolas São Roque do Faial e Porto da Cruz.

Para obter todas as informações sobre este evento visite o site oficial de Turismo da Madeira. Para ficar a conhecer um pouco mais sobre o destino pode ler o guia “Globetrotter Island Guide to Madeira”, cujo autor é Terry Marsh, director e organizador do Festival.