Guia para Visitar o Parque Nacional do Teide na Ilha de Tenerife

Nem só de praia, turistas e parques de diversão se faz Tenerife. Estes estão concentrados no litoral, e em especial na Costa Adeje e em Las Teresitas. O restante território daquela que é a maior das ilhas das Canárias oferece paisagens únicas e avassaladoras. E o Teide é uma constante em qualquer ponto da ilha.

A montanha mais alta de Espanha está integrada no Parque Nacional do Teide, que faz parte da lista de Património Mundial da Humanidade desde 2007. As paisagens montanhosas e o teleférico são as principais atracções turísticas deste local.

Ao explorar o parque, vai ainda encontrar diversas espécies endémicas, entre as quais se destacam a violeta do Teide e o tajinaste cujas inflorescências vermelhas ou azuis podem chegar aos três metros de altura.

Quando Ir

Parque Nacional do Teide com a tajinaste, famosa planta das Canárias

Tenerife é conhecida por ser a “ilha da eterna Primavera”, com temperaturas amenas ao longo do ano, pouca chuva e muito sol. Este é o clima predominante na costa sul, onde se localiza a maioria dos resorts, mas não existe em toda a ilha.

De facto, nas zonas montanhosas, como é o caso Parque Nacional do Teide, o estado do tempo é bem diferente, com maiores variações climáticas ao longo do ano, maior quantidade de precipitação e amplitudes térmicas, sendo que no Inverno os picos de maior altitude estão cobertos de neve.

Dito isto, a melhor época para visitar o Teide acaba por ser entre a Primavera e o Outono. No Verão, visitar cedo pela manhãzinha permite evitar o calor e também as multidões de turistas que afluem ao teleférico, em especial no mês de Agosto.

Como Chegar a Tenerife

Para chegar à maior ilha das Canárias, pode optar pelos pacotes de férias disponibilizados pelos operadores turísticos e agências de viagens, ou viajar de forma independente e comprar as passagens aéreas e reservar o hotel em separado. A partir de Lisboa existem voos diretos na Tap. Saiba mais na nossa página sobre Voos e Pacotes de Férias disponíveis para Tenerife.

Como Chegar ao Teleférico do Teide

O Parque Nacional do Teide está localizado no centro da ilha de Tenerife. Existem quatro estradas que conduzem ao teleférico. Se alugar um carro, é muito fácil lá chegar, de qualquer ponto da costa.

As distâncias são curtas, o que é uma grande vantagem. Não só pode contemplar o Teide enquanto relaxa na praia, como pode percorrer as várias estradas e apreciar as paisagens contrastantes de Tenerife.

Dependendo da área onde estiver hospedado, siga estas direcções para chegar ao teleférico:

  • Los Gigantes – Apanhe a TF-38 passando pela localidade de Chío (50 km / 55 minutos). Pelo caminho, aprecie o vulcão Chinyero (1.561 metros), responsável pela última erupção que ocorreu em Tenerife em 1909.
  • Los Cristianos – Apanhe a TF-51 passando pelas localidades de Arona e Vilaflor, e siga depois pela TF-21 (50 km / 1 hora). Vilaflor, a 1.400 metros de altitude, é a localidade mais alta de Tenerife, e uma das mais altas de Espanha.
  • Santa Cruz e La Laguna – Siga pela TF-24, passando pela localidade de La Esperanza (64 km / 1h20). Esta é a melhor estrada para ver o fenómeno conhecido como “mar de nuvens”.
  • Puerto de la Cruz. Apanhe a TF-21, passando pela vila de La Orotava (40 km / 1 hora). Vale a pena uma paragem em La Orotava, cujo centro histórico conserva edifícios dos séculos XVII e XVIII.

Teleférico do Teide

Teleférico do Teide

O teleférico do Teide possui duas estações. A estação inferior, localizada a 2.356 metros, é de fácil acesso e possui uma grande zona de estacionamento gratuito. Conta ainda com uma cafetaria, um restaurante buffet, uma loja e lavabos.

A subida no teleférico até à estação superior faz-se numa cabine para 40 pessoas. Apesar de muito rápida (apenas 7 minutos), a ascensão é uma oportunidade única para apreciar as vistas panorâmicas de Tenerife.

A estação superior, localizada a 3.555 metros de altitude, não dispõe de cafetaria e restaurante, apenas de lavabos. É o ponto de partida para diversos trilhos bem assinalados e de livre acesso aos caminheiros.

O bilhete de ida e volta custa 27€ (metade para crianças). Não inclui a autorização prévia para aceder ao pico do Teide, a 3.718 metros de altitude. O teleférico funciona entre as 9h e 19h no Verão (última subida às 18h) e as 9h e as 17h no Inverno (última subida às 16h). Os bilhetes podem ser comprados online.

Trilhos no Teide

Vista do Vulcão Teide

A estação superior do teleférico do Teide é o ponto de partida de três trilhos relativamente curtos.

  • O trilho 10 até ao Telesforo Bravo é o percurso para subir ao pico do Teide (40 minutos ida e volta). Além de boa preparação física e coragem, dada a inclinação, a latitude e o forte cheiro a enxofre das diversas fumarolas na área, é necessária uma autorização prévia que pode ser obtida no site da autoridade que gere os parques naturais de Espanha (detalhes abaixo).
  • O trilho 11 até ao miradouro de La Fortaleza é muito curto, com apenas 400 metros. Apesar de plano, a altitude dificulta a caminhada. Se a visibilidade o permitir, terá vistas magníficas de toda a vertente norte da ilha.
  • O trilho 12 até ao miradouro do Pico Velho é linear. Com 700 metros, revela a vertente sul de Tenerife, permitindo ter uma visão clara da configuração da cratera de Las Cañadas del Teide. Por ser um caminho relativamente fácil, este é um dos trilhos mais populares.

Os caminheiros mais experientes poderão preferir subir ao Teide a pé pelo caminho da Montaña Blanca, com início no km 40,2 da estrada TF-21. De dificuldade elevada, dado o desnível de 1.350 metros, a ascensão pode ser feita numa manhã (cerca de 5 horas / 8,3 km).

Existem diversos outros caminhos de montanha que podem ser consultados no site do governo das Canárias.

Como Visitar o Pico do Teide

Refugio de Altavista del Teide

Por questões de conservação do caminho, o acesso à cratera do Teide está limitado a 200 pessoas por dia. Por essa razão, é necessário obter uma autorização prévia no site da autoridade que gere os parques nacionais de Espanha.

Se conseguir vaga, terá de escolher um dos turnos para fazer a caminhada: 9h – 11h, 11h – 13h, 13h – 15h e 15h – 17h. Para conseguir a autorização, recomenda-se que faça o pedido com 2/3 meses de antecedência.

Em alternativa, não necessita de autorização se ficar a dormir no Refugio de Altavista del Teide, a 3.260 metros de altitude, e visitar a cratera até às 10 horas da manhã.

Itinerário para Visitar o Parque Nacional do Teide

É impossível ver tudo o que o Parque Nacional do Teide tem para oferecer em apenas um dia. Por isso, o itinerário típico tem a duração de dois dias.

O primeiro dia é dedicado a percorrer as estradas até ao parque, parando nos miradouros e nas localidades e fazendo uma ou duas pequenas caminhadas. O segundo dia envolve normalmente subir o teleférico e fazer as caminhadas dos trilhos 10, 11 e 12.

Para pernoitar, recomendamos o Parador Cañadas del Teide, com vista para o vulcão. É o hotel ideal para explorar o parque e fazer os vários caminhos de montanha.

Se preferir ficar na costa, consulte as nossas sugestões de Hotéis em Tenerife Com Vistas para o Mar.