Descobrir Marraquexe – O Que Ver e Fazer

Marraquexe é o destino perfeito para uma escapadinha a uma realidade cultural distante mas aqui tão próxima. Marraquexe conserva a capacidade de despertar sensações únicas numa viagem que, muitas vezes, mais parece uma viagem no tempo.

O Que Visitar

A atmosfera da Praça Jemma el Fnaa é única, em especial à noite. Sempre com o Minarete de Koutoubia em pano de fundo, contadores de histórias, acrobatas, músicos e encantadores de serpentes montam espectáculos por toda a praça, iluminados apenas pela luz que emana das várias bancas de comida.

Encantador de serpentes

Encantador de serpentes

Da Praça Jemma el Fnaa fluem formigueiros de pessoas, aparentemente sem rumo, em direção ao coração da cidade, a Medina de Marraquexe. Poucos são os visitantes que não se perdem no labirinto de ruas e ruelas. Aqui se compram pechinchas e regateam preços. Há os souks dos tapetes, das tinturarias, dos carpinteiros e dos ferreiros, cada com as suas cores e cheiros próprios.

Ainda no coração da Medina de Marraquexe, é obrigatória uma visita aos pátios e interior da Madraça Ben Youseff, uma escola islâmica do século XVI, onde os alunos memorizavam o Alcorão.

Os Túmulos Saadianos, onde se encontram sepultados os membros da dinastia Saadi, foram mandadas construir pelo sultão Ahmad al-Mansur no século XVI, e são outra das paragens obrigatórias. Descobertos no início do século XX, os túmulos são um dos testemunhos mais bem conservados do reinado da dinastia Saadi, e dos tempos imperiais de Marraquexe.

Os Jardins Marjorelle foram a maior obra do artista francês Jacques Majorelle. Este jardim botânico, que já pertenceu a Yves Saint-Laurent, ostenta árvores e espécies exóticas, que contrastam com o azul “Majorelle” das paredes, fontes, e do edíficio que alberga o Museu de Arte Islâmica de Marraquexe.

Quando Ir – Melhor Época para Visitar

Marraquexe possui um clima semi-árido. Esta cidade marroquina pode ser visitada em qualquer período do ano. No entanto, quem não gosta de muito calor deve evitar os meses de verão, pois as temperaturas ultrapassam frequentemente os 40ºC.

Onde Ficar

O La Mamounia é o hotel de referência. Há, contudo, ofertas mais económicas de hotéis e riads em Marraquexe. Para outras opções, consulte a nossa página de reservas de hotéis.

Souks de Marraquexe

Souks de Marraquexe

Como Chegar

A TAP tem voos diretos entre Lisboa e Marraquexe 4 dias por semana (domingo, terça, quinta e sexta), com preços a partir de 265€ ida e volta.

O aeroporto de Menara está localizado a cerca de 20 minutos do centro da cidade. A melhor opção para se deslocar para o hotel ou para o centro de Marraquexe é de táxi. O preço da viagem é negociado à cabeça e custa entre 150 e 200 dirhams. Desconfie de propostas com preços mais elevados.

Outra opção é por via marítima e terrestre. A partir de Algeciras ou Tarifa, no sul de Espanha, os ferries que ligam a Tânger, no norte de Marrocos, transportam veículos, e a viagem dura cerca de 40 minutos. As formalidades são tratadas à chegada a Tânger. Marraquexe fica a cerca de 600 km para sul (aproximadamente 5 horas de viagem).

Formalidades e Informações Úteis

Para ir a Marraquexe é necessário passaporte, e o visto turístico é obtido à chegada para estadias com duração até três meses.

Não são necessárias vacinas, mas são aconselháveis alguns cuidados na comida comprada na rua e no consumo de água, que deve ser engarrafada.

A moeda de Marrocos é o dirham. Existem várias ATM no aeroporto e no centro da cidade. Os principais hotéis e restaurantes aceitam cartões de crédito.