Guia para Visitar o Grand Canyon

Uma viagem ao Parque Nacional do Grand Canyon exige alguma preparação prévia.

Há que planear quando ir, como lá chegar, que área do parque visitar e que as atividades incluir na viagem.

Convém fazer reservas dos voos, hotéis, excursões, aluguer de carro para garantir que não há surpresas e tudo corre como planeado.

Como Chegar

A viagem ao Grand Canyon começa muito antes mesmo de lá chegar. A partir de Lisboa, existem voos com escala para os dois aeroportos mais próximo do parque: o aeroporto de Las Vegas ou o aeroporto de Phoenix.

A TAP, a British Airways e a Air France são algumas das companhias que oferecem voos para Las Vegas ou Phoenix a partir de Lisboa, com escala numa cidade europeia.

O aeroporto de Phoenix é o mais próximo do Grand Canyon. A viagem de carro dura aproximadamente 4 horas para percorrer cerca de 370 km até South Rim. De Las Vegas até South Rim são cerca de 450 km de carro, numa viagem que dura aproximadamente 5 horas.

Para além da opção de aluguer de carro, existem excursões organizadas, com partida de Las Vegas e regresso no próprio dia.

Que Área Visitar

South Rim é provavelmente a melhor área a explorar numa primeira visita ao Grand Canyon, em especial quando se viaja com crianças, por ser mais acessível e turística. A Grand Canyon Village concentra vários hotéis, serviços e atividades, estando aberta todo o ano. A área tem um preço de admissão de $25 por carro ou $12 por pessoa (se viajar de autocarro).

North Rim, aberto apenas no período entre meados de maio e de outubro, é uma área bastante menos turística quando comparada com o South Rim, sendo mais adequada para todos aqueles que procuram um ambiente calmo e/ou que pretendem fazer caminhadas. O preço de admissão é o mesmo de North Rim.

UEm alternativa, pode visitar Grand Canyon West. A apenas 195 km de Las Vegas, esta é uma área mais turística, que permite excursões organizadas de um dia apenas. A principal atração é o skywalk, uma plataforma de vidro em forma de ferradura suspensa sobre o desfiladeiro, cerca de 1400 metros acima do rio Colorado. A plataforma encontra-se nas terras da tribo índia Hualapai, que gere o skywalk. O acesso à reserva é efectuado por uma estrada em terra batida com 16 km, que se encontra em relativo mau estado de conservação.

É cobrado um pacote de admissão, com um preço relativamente elevado (cerca de $43), que dá acesso ao skywalk e a outros pontos de interesse, além de incluir um serviço de transporte hop-on hop-off.

Guia de viagem ao Grand Canyon

Grand Canyon, uma das maravilhas naturais dos Estados Unidos

Quando Ir

O verão é o período do ano mais quente e seco, e também aquele com mais visitantes no Grand Canyon, em particular no South Rim. Em termos de clima, o final da primavera e o início do outono são os períodos com tempo mais agradável, sendo que o outono é a estação com menos turistas.

No inverno, com temperaturas mais frias e a possibilidade neve, o número de visitantes decresce significativamente. No período de novembro a fevereiro, os hotéis oferecem descontos consideráveis no alojamento.

Onde Ficar

Não existe muita oferta de alojamento dentro do parque, sendo aconselhável a reserva com seis a nove meses antecedência durante a época alta. Existem seis lodges na área de South Rim, que apenas podem ser reservados através do concessionário.

Pode ser mais fácil reservar alojamento fora do parque nas proximidades de South Rim. Na localidade de Tusayan (10 minutos), existem várias opções tais como o Grand Hotel at the Grand Canyon, o Holiday Inn Express ou o Canyon Plaza Resort.

Próximo de North Rim, existe alojamento alternativo em Jacob Lake (1 hora), Kanab (2 horas), ou Page/Lake Powell (2 horas e meia). Na área do West Rim do Grand Canyon West não existe presentemente alojamento disponível, sendo Peach Springs ou Kingman (1 hora e meia) as localidades mais próximas com oferta de alojamento.

O Que Fazer

As atividades no Grand Canyon são variadas, incluindo passeios de mula pelos desfiladeiros, passeios de avião, rafting no rio Colorado, caminhadas, passeios no comboio histórico, safaris em jipes 4×4 ou visitas guiadas de rangers.

Com excepção dos passeios de mula, caminhadas nos desfiladeiros mais profundos ou rafting em águas bravas, a maioria das atividades são adequadas para todos.

Em South Rim, os pontos de interesse são Grand Canyon Village, com edifícios históricos e muitos turistas (e de onde parte o trilho conhecido como Bright Angel Trail), a torre da Desert View, com uma excelente vista sobre o desfiladeiro e o rio Colorado, e o Hermits Rest, o edifício histórico no final na estrada cénica Hermit Road.

Os principais pontos de interesse em North Rim são o Bright Angel Point, Cape Royal (com uma vista sobre o rio Colorado), e Point Imperial (o ponto mais elevado do parque).