Guia de Viagem: Malásia, Uma das Maravilhas da Ásia

0

A Malásia tem uma cultura diversificada e fascinante baseada na vibrante fusão entre culturas e costumes malaios, chineses e indianos.

O país é um mosaico de montanhas, florestas tropicais húmidas, enormes extensões de praias douradas e plantações de árvores-da-borracha e palmeiras.

O território acorda os cinco sentidos com o perfume e sabor das especiarias, a beleza oriental, o aroma das velhas colónias, os sons da floresta e as cores da selva e dos mares.

A Malásia situa-se no Sudeste da Ásia e as suas fronteiras são delimitadas a Norte pela Tailândia, a Sul peça Indonésia e por Singapura e a Este pelas Filipinas.

O país divide-se em duas regiões: a Malásia peninsular, limitada pela Tailândia e Singapura e que constitui cerca de 40% do território do país com várias cadeias montanhosas, e as províncias da Malásia Oriental, Sabah e Sarawak na ilha de Bornéu, a 700 km do Mar da China Meridional, onde domina a selva e uma extensa rede fluvial.

O Que Ver

A capital Kuala Lumpur é uma cidade moderna e impetuosa com mais de um milhão de habitantes. Para além dos arranha-céus que dominam a paisagem urbana, a cidade conserva ainda inúmeros edifícios coloniais no centro, bairros vibrantes com vendedores ambulantes e mercados nocturnos cheios de vida e de cor.

As torres Petronas são um emblema da cidade, sendo um dos edifícios mais altos do mundo, dominando o horizonte. Na praça Merdeka, que foi no passado o centro da cidade colonial, pode-se encontrar os principais edifícios da cidade. A Chinatown corresponde a uma das áreas mais agitadas e coloridas da cidade com mercados ao ar livre. O Museu Nacional com exposições permanentes dedicadas à História, cultura, fauna e flora do país são outro dos locais a visitar.

Vista das torres Petronas

A cidade de Malaca apresenta uma amálgama interessante de influências chinesas, portuguesas, holandesas e britânicas e é considerada a cidade malaia com mais história. No passado, Malaca era um importante porto comercial da região. Actualmante, ainda conserva os períodos áureos de outrora. A cidade mantém ainda as suas misteriosas ruas, lojas de antiguidades, templos e edifícios que evocam a nostalgia do poder colonial europeu.

A relíquia mais importante do período holandês é o aglomerado edificado de Stadthuys construído entre 1641 e 1660. Esta edificação alberga alguns departamentos do Governo e o Museu Etnográfico. As majestosas ruínas da igreja de São Paulo construído pelos portugueses há quatrocentos anos são também um local a visitar. No centro histórico, pode ainda apreciar o templo de Cheng Hoon construído em 1646 e passear pelas fascinantes ruas repletas de antiquários como a na área de Hang Jebat.

A ilha de Penang, situada na costa Noroeste da Malásia peninsular, é um dos principais centros turísticos do país. Para além das praias, Penang também é conhecida pela vibrante e misteriosa cidade de Georgetown, com 400 000 habitantes, situada na costa Nordeste da ilha. Esta cidade respira uma essência puramente chinesa com os seus bairros antigos a surpreender os visitantes pela sua rara beleza.

Numa visita a Georgetown não pode deixar de explorar o templo de Khoo Kongsi com as suas estátuas de dragões, pinturas e azulejos de diversas cores; o templo de Kuan Yin Teng; o funicular de Penang Hill que se eleva a cerca de 800 metros da cidade e proporciona uma vista deslumbrante sobre a cidade e onde pode ainda visitar um templo hindu e uma mesquita.

A ilha de Pulau Langkawi, é um dos destinos por excelência para quem procura praias deslumbrantes e descanso. Esta ilha é a maior de um grupo de 99 ilhas tropicais, com belas formações geológicas, numerosas grutas e densas florestas tropicais, a par de praias de areia dourada e água cristalina.

Planatação de chá em Cameron Highlands

A região das Cameron Highlands, no centro da Malásia peninsular, compreende um conjunto de populações que vivem nas montanhas entre os 1500 e os 1800 metros. Nesta região pode explorar a densa floresta, surpreender-se com enormes cascatas e fazer caminhadas. Existem diversas visitas guiadas que podem ser realizadas a partir de Tanah Rata.

A ilha de Tioman possui uma paisagem idílica. Situada no Mar da China Meridional em frente à costa oriental da Malásia peninsular, a ilha oferece belas praias de águas transparentes repletas de corais, uma rica vida marinha e ainda rios de água cristalina e os impressionantes picos de Batu Sirau e Nenek Semukut. A melhor época para visitar a ilha é entre Junho e Agosto, sendo que durante a época das monções entre Novembro e Janeiro, a ilha se encontra praticamente deserta. Para se chegar à ilha é necessário apanhar um barco desde Mersing ou de Singapura.

Quando Ir

O clima da Malásia é húmido e quente ao longo do ano. Habitualmente, as temperaturas oscilam entre 20ºC e 30ºC com uma humidade constante na ordem dos 90%. A região encontra-se sob a influência das monções. No entanto, a época das chuvas apenas ocorre na costa oriental da Malásia Peninsular, sendo que na costa Ocidental o período mais chuvoso ocorre entre Setembro e Dezembro.

Na região de Sabah e Sarawak a estação das chuvas ocorre entre Outubro e Fevereiro. A precipitação caracteriza-se por ser intensa e rápida com abertas prolongadas onde se pode avistar o sol. Se pretende desfrutar das praias deve evitar a estação chuvosa entre Novembro e Janeiro na costa oriental da Malásia peninsular.

Como Chegar

A opção mais económica para chegar à capital da Malásia é pela companhia holandesa KLM que faz a ligação entre Lisboa e Kuala Lumpur, com escala em Amesterdão, a partir de 799 euros, ida e volta e todas as taxas incluídas.

A agência de viagens Abreu propõe um circuito denominado “À Descoberta da Malásia” com visitas a Kuala Lumpur, Malaca, Cameron Highlands, Bukit Merah e Penang numa viagem de 10 dias com preços desde 1580€ para viagens entre Maio e Outubro.

Se gosta de turismo de aventura, a Nomad propõe um programa denominado “Tradições do Sabah” onde pode descobrir as ancestrais lendas do Sabah; observar orangotangos na Reserva de Sepilok; testemunhar o pôr dos ovos na Praia das Tartarugas Verdes; realizar visitas culturais, percursos de comboio a vapor e passeios a cavalo com um preço de 734€ (sem voo incluído).

Onde Ficar

Para verificar as melhores ofertas de hotéis visite o site Booking.com

Formalidades para visitar a Malásia

Para visitar a Malásia necessita de passaporte cujo prazo de validade mínimo seja, à data de entrada no país, de 6 meses. Não é exigido um visto para períodos inferiores a 30 dias.

Partilhar.