O Melhor das Ilhas Gregas – Praias e Atrações Turísticas

A Grécia conta com mais de 2.000 ilhas, desde ilhéus desabitados a ilhas como Creta, que todos os anos atraem turistas provenientes de todo o mundo.

As ilhas gregas oferecem praias, história, trilhos para caminhadas, desportos aquáticos, boa comida e bebida, e há opções para todos os gostos. No meio de tanta variedade, o difícil é escolher.

Deixamos aqui apenas uma pequena seleção de tudo o que as ilhas gregas têm para oferecer.

As melhores praias: Creta, Lipsi, Kefallonia, Skiathos, Mykonos

Quase todas as ilhas gregas têm praias, mas nem todas as praias são como estas. A praia de Frangokastello no sul de Creta tem como cenário um castelo no sopé das Montanhas Brancas (Lefka Ori). O castelo foi mandado construir no século XIV para proteger os nobres venezianos e as suas propriedades dos ataques de piratas.

Vista de Mykonos
Vista de Mykonos

As praias Platys Gialos e Kambos em Lipsi, uma pequena ilha tranquila, e a praia de Myrtos em Kefallonia, a maior das ilhas jónicas, são por excelência as praias paradisíacas com águas de cor azul-turquesa.

As 65 praias de Skiathos são ideais para quem procura animação. A praia de Koukounaries, com 1.200 metros de areal é uma das praias mais concorridas desta ilha, a praia da Banana é popular entre os nudistas e a praia conhecida como Little Banana é frequentada pela comunidade gay. Mas para quem quer estar no centro da ação, a escolha acertada são as lendárias praias Paradise e Super Paradise em Mykonos.

A melhor História: Rhodes, Delos, Corfu, Patmos

O que une estas ilhas é o facto de todas estarem referenciadas na lista do Património Mundial da UNESCO. Na deslumbrante cidade medieval de Rhodes, e capital da ilha, os principais pontos de interesse são o Bairro dos Cavaleiros e o Palácio dos Grão-Mestres. Foram os Cavaleiros de São João, mais tarde Ordem de Malta, que no século XIV construíram a cidadela murada.

A pequena ilha de Delos, situada próximo de Mykonos, é considerada o berço do deus Apolo. A história da ilha conta-se através das suas ruínas de santuários e imponentes residências que ainda conservam alguns dos belíssimos mosaicos.

Em Corfu, o destaque vai para a arquitetura veneziana, francesa e britânica, que testemunham a presença destes povos na ilha desde a Idade Média. Patmos é a ilha do etéreo, conhecida como o local para onde o apóstolo João foi exilado. O Mosteiro de São João o Teólogo e a Caverna do Apocalipse são as principais atrações.

As melhores caminhadas: Creta, Naxos, Alonnisos, Skopelos

Creta revela uma grande variedade de paisagens, desde vales e planícies a montanhas e desfiladeiros. A garganta de Samaria, situada no parque com o mesmo nome, é com os seus 16 km considerada a maior da Europa.

O passeio Zakros-Kato Zakros (onde estão as ruínas de um palácio minoica) é uma opção mais tranquila. Uma caminhada à beira rio pelo bosque de tamareiras em Plakias, uma aldeia no sul de Creta, é mais uma proposta. O Greek Mountaineering Club of Hania presta informações sobre condições e oportunidades para caminhadas. O Alpine Travel organiza trekking e caminhadas na montanha e parques naturais.

Na ilha de Naxos, são várias as caminhadas que se podem fazer entre as aldeias tradicionais gregas, atravessando antigos templos e igrejas bizantinas. O Flisvos SportClub organiza caminhadas em grupo. As caminhadas nas pequenas ilhas de Alonnisos e Skopelos fazem-se em cenários de florestas, pomares e flores silvestres. O Alonnisos Walking Club e o Skopelos Walks organizam caminhadas nestas duas ilhas.

Os melhores locais para mergulho e snorkelling: Cárpatos, Milos, Paros, Kastellorizo

Na ilha de Cárpatos, a Karpathos Diving School organiza mergulhos a grutas com uma grande diversidade marinha. O Milos Diving Center organiza na ilha de Milos mergulhos para observação de peixes de águas profundas, golfinhos e até lobos marinhos. As ilhas de Paros e Kastellorizo também oferecem óptimas condições para snorkelling.

A melhor comida e bebida: Lesbos, Samos, Corfu, Folegandros, Creta

O Melhor das Ilhas Gregas
O Melhor das Ilhas Gregas

A ilha de Lesbos é conhecida pelo seu azeite e pelo típico ouzo, um licor grego feito à base de anis, que acompanha os mezedhes, entradas de lula e polvo servidas em bares tradicionais gregos (“ouzeries”). Tal como a ilha de Lesbos, também a ilha de Samos produz vinho de qualidade, com destaque para o famoso moscatel de Samos.

Os sabores italianos são uma presença indiscutível na cozinha de Corfu. As especialidades da ilha de Folegandros incluem matsata (pasta com coelho ou frango e molho de tomate), astakomakaronada (lagosta com esparguete), liokafto (peixe seco ao sol). O azeite é também a especialidade da ilha de Creta, assim como a entrada conhecida como dakos (tostas com tomate, azeite e queijo) ou o queijo myzithra. Legumes cozidos temperados com sumo de limão e azeite (um prato conhecido na Grécia como “horta”) acompanham peixe ou cordeiro assado.

Circular pelas ilhas gregas

São vários os ferries que navegam no mar Egeu entre o continente e as ilhas. No entanto, a informação sobre os ferries é confusa, com várias companhias a operar e horários em constante alteração. Uma boa opção é planear a viagem online, e depois confirmar o itinerário numa ou mais agências de viagens na Grécia (a informação fornecida, por vezes, varia).

Para poupar tempo, o avião pode ser uma boa alternativa, já que os atrasos e cancelamentos são mais raros. A Olympic Airlines e Aegean Airlines fazem a ligação entre Atenas e uma grande parte das ilhas gregas. A Astra Airlines e a Sky Express são as companhias que fazem a ligação às ilhas mais distantes como Mykonos e Santorini. Com antecedência, é possível reservar voos a preços bastante económicos.

Os cruzeiros são também uma opção popular para visitar as ilhas gregas. O único problema é conseguir adiantar-se aos 2.000 visitantes que chegam à ilha ao mesmo tempo. As ruas laterais e praias escondidas são nestas alturas locais preciosos.

Quem não viaja em cruzeiros e quiser evitar as multidões, deve também ter atenção aos horários de chegada.

Saber Mais

Consulte o site oficial do Turismo da Grécia para informações complementares.

SEM COMENTÁRIOS