As Melhores Cidades para Visitar na Alemanha

Se vai viajar para a Alemanha, é bem provável que o seu destino seja uma das principais cidades do país.

De Berlim a Munique, sem esquecer Hamburgo, Colónia e Dusseldorf, a Alemanha possui uma excelente rede viária e de transportes, tornando muito fáceis as deslocações de carro, comboio ou avião.

E o país não se resume a cerveja e salsichas, possuindo um importante património cultural e histórico. Aqui, nasceram compositores como Bach e Beethoven, ou escritores como Goethe ou os irmãos Grimm. Já para não falar de eventos como o Oktoberfest ou os Mercados de Natal.

Por tudo isto, vale a pena descobrir o melhor da Alemanha em dez das suas principais cidades

1. Berlim

Porta Brandeburgo - Berlim

Porta Brandeburgo – Berlim

Berlim é hoje uma cidade vibrante, com um enorme conjunto de atracções que não se esgota numa única visita à cidade. Desde a Porta de Brandeburgo à Potsdamer Platz, sem esquecer o muro de Berlim, as construções e monumentos da cidade contam a história de toda uma nação. Conheça algumas sugestões de actividades e passeios turísticos em Berlim para aproveitar ao máximo uma visita à capital alemã.

2. Hamburgo

Torre do sino da igreja de São Miguel

Hamburgo é a segunda maior cidade da Alemanha, com cerca de 1,8 milhões de habitantes (área metropolitana), e possui o maior porto do país, sendo o terceiro mais movimentado da Europa em carga transportada.

A área central da cidade situa-se em volta do “Inner Alster” (“Alster interior”) e do “Außenalster” (“Alster exterior”), ambos lagos formados pelo rio Alster, que se encontra com o rio Elba em Hamburgo. O passado portuário está patente no red light district da animada Reeperbahn e no Fischmarkt.

2. Munique

Igreja de São Pedro (Alter Peter)

A cidade de Munique é um destino turístico incontornável na Alemanha pela importância histórica e cultural, sendo uma das portas de entrada para conhecer a região da Baviera. A Marienplatz é o coração da cidade, e um dos locais mais interessantes para visitar em Munique. Este espaço único reúne o Neues Rathaus (edifício da Câmara Municipal), a Coluna de Maria, e a catedral Frauenkirche.

Munique é ainda conhecida pelo Festival de Cerveja – Oktoberfest, que ocorre nos meses de Setembro e Outubro desde 1810. Este evento reúne todos os anos 6 milhões de visitantes que vêm saborear a melhor cerveja e as famosas salsichas.

4. Colónia

Catedral de Colónia

Colónia é uma das cidades mais antigas da Alemanha, tendo sido fundada pelos Romanos em 38 a.C. A quarta maior cidade alemã, presenteia o viajante com uma intensa actividade cultural e artística e múltiplos pontos de interesse.

Os principais marcos da cidade encontram-se relativamente próximos uns dos outros, como é o caso da Catedral (Kölner Dom), da Sinagoga, da Universidade de Colónia, uma das mais antigas da Europa, e das doze igrejas romanescas. No Carnaval, a festa toma conta da cidade, com desfiles, bailes e outros eventos públicos.

5. Frankfurt

Centro histórico de Frankfurt

Römerberg

Para muitos viajantes, Frankfurt, conhecida pelo seu aeroporto internacional, é apenas uma escala a caminho do destino final. Mas a cidade tem alguns pontos de interesse que vale a pena conhecer. Em Frankfurt, arranha-céus futuristas convivem lado a lado com edifícios reconstruídos após a Segunda Guerra Mundial, o que a torna única no contexto das cidades alemãs. A maioria das atracções está concentrada em torno da Römerberg.

Frankfurt recebe diversos importantes eventos, com destaque para a Feira do Livro em Outubro, cujas origens remontam a 1478.

6. Estugarda

Palácio Novo em Estugarda

A área de Estugarda é conhecida como o centro da indústria automóvel e mecânica alemã, com sedes de empresas como a Bosch, a Mercedes e a Porsche, mas a cidade em nada se assemelha a um pólo industrial. O seu centro é muito compacto, e revela uma mistura de edifícios históricos e modernos, intercalados por parques e até vinhas, cultivadas dentro da própria cidade.

A longa rua pedonal conhecida como Königstraße conduz ao coração de Estugarda, atravessando a praça Schlossplatz onde se localiza o Palácio Novo, datado do século XIX. Diversos museus e o edifício da ópera situam-se na proximidade.

7. Dusseldorf

Passeio nas margens do rio Reno em Dusseldorf

A cidade de Dusseldorf é um dos principais centros de desenvolvimento económico e financeiro do gigante alemão. No MedienHafen, como é conhecida a zona do velho porto fluvial, vai encontrar algumas das melhores obras de arquitectura contemporânea em território alemão, com particular destaque para os projectos do arquitecto Frank Gehry.

Em contraste, o bairro histórico (Altstadt) é o coração da cidade, e um dos locais mais movimentados da capital do estado da Renânia do Norte-Vestefália. Aqui, encontra uma extensa rua com mais de 260 bares, cervejarias, e restaurantes, apelidada de “o mais extenso bar do mundo”.

8. Dresden

Frauenkirche em Dresden

Dresden, nas margens do rio Elbe, orgulha-se do seu pitoresco centro histórico, apesar de praticamente todo reconstruído, o qual inclui a catedral católica, o palácio Zwinger e o edifício da ópera. A Frauenkirche, igreja protestante, foi outro dos edifícios que ficou em ruínas. Reconstruída e reconsagrada em 2005, é hoje um símbolo de Dresden na praça Neumarkt. Aqui se realiza o Striezelmarkt, que remonta a 1434, e é um dos mercados de Natal mais antigos da Alemanha.

9. Heidelberg

Vista de Heidelberg

Heidelberg é uma cidade universitária, e uma das poucas cidades da Alemanha que escapou aos bombardeamentos da Segunda Guerra Mundial. Os destaques são o pitoresco centro histórico a evocar o movimento Romântico alemão, a Alte Brücke (ponte velha) – atravesse-a para chegar ao Caminho dos Filósofos – e as ruínas do inspirador Castelo de Heidelberg.

10. Baden-Baden

Edifício das famosas termas, Friedrichsbad

Baden-Baden é conhecida a nível mundial pelas termas medicinais. A água quente nasce a uma profundidade de 2 mil metros, com temperaturas que chegam a atingir os 68ºC. É utilizada para várias terapias que vão dos problemas cardíacos às vias respiratórias. As Termas de Caracalla são das mais emblemáticas. Friedrichsbad são as termas históricas, que combinam a tradição dos banhos romanos e irlandeses desde 1877.

Depois de relaxar, passeie pela Lichtentaler Allee, uma impressionante avenida arborizada com 3,5 km, um monumento à arte da jardinagem, e aposte no Casino de Baden-Baden, símbolo máximo do luxo a operar desde o início do século XIX.