Guia de Viagem para Visitar Bazaruto em Moçambique

O arquipélago de Bazaruto, constituído pelas ilhas de Bazaruto, Benguerra, Magaruque, Santa Carolina e Bangue, é um autêntico paraíso tropical, de enorme beleza e serenidade.

Em Bazaruto, vai encontrar inúmeras espécies de fauna e flora, magníficas praias desertas, corais e peixes tropicais, longe do turismo massificado.

Onde Fica Bazaruto?

O arquipélago situa-se no oceano Índico, a aproximadamente 600 km a norte de Maputo, a sul da Beira e a leste de Inhassoro e Vilanculo.

Bazaruto é a maior ilha, com 33 km de comprimento por 5 km de largura. Possui enormes dunas e vários lagos de água doce no extremo sul da ilha. Benguerra, também conhecida como Santo António, fica a sul. Com 11 km de comprimento por cerca de 6 km de largura, é a segunda maior ilha, e oferece excelentes condições para a prática de snorkeling.

A sul, a ainda mais pequena ilha de Magaruque, em frente a Vilanculos, oferece praias desertas. A ilha de Santa Carolina, uma antiga colónia penal, cobre 2 km² entre Bazaruto e o continente, e é conhecida como a Ilha do Paraíso. A ilhota de Bangue não é uma ilha turística.

Sobre Bazaruto

Paisagem de dunas na ilha de Bazaruto

Pensa-se que a ocupação humana do arquipélago de Bazaruto é anterior à colonização pelos portugueses. As ilhas seriam o local mais a sul onde se faziam trocas comerciais entre muçulmanos.

A ocupação efectiva do arquipélago pelos portugueses deu-se em 1855 na ilha de Santa Catarina. Após esta data, verificou-se a fixação de comerciantes na região, principalmente indianos, que negociavam marfim. A ilha serviu mais tarde como colónia penal, a qual foi abandonada no início do século XX.

Os vestígios históricos incluem as ruínas de uma fortaleza do século XIX em Magaruque e um farol centenário, intacto mas fora de serviço, na ilha de Bazaruto.

O arquipélago de Bazaruto foi uma das poucas partes de Moçambique que escapou aos últimos anos da guerra civil, altura em que se começou a desenvolver como um destino turístico de luxo, permanecendo isolado do restante território moçambicano.

Em 1971, as cinco ilhas e os recifes de corais que envolvem as ilhas passaram a estar protegidos pela classificação de Parque Nacional do Bazaruto. O arquipélago possui protecção especial pelas organizações World Wildlife Fund, Endangered Wildlife Trust e pelo Governo moçambicano, que restringiu a construção de empreendimentos hoteleiros no território e cobra uma taxa de entrada diária aos visitantes (cerca de 15 dólares).

O arquipélago possui uma paisagem natural intacta, com populações locais que ainda preservam a sua cultura ancestral e se dedicam à pesca. A grande biodiversidade traduzida em cerca de 260 espécies diferentes no território é a marca deste local único no contexto da África Meridional, também conhecido como “Pérola do Oceano Índico”.

O Que Fazer em Bazaruto

Bazaruto

Bazaruto

Com praias de areia branca e águas de cor azul-turquesa, Bazaruto é um cenário de férias paradisíaco em pleno oceano Índico. Os recifes de corais de Bazaruto, com uma variedade de peixes coloridos, são um melhores locais de Moçambique para se praticar mergulho e snorkeling. Existem centros destas modalidades nas ilhas de Bazaruto e Benguerra.

Não é raro avistar tartarugas marinhas, baleias, golfinhos de vários tipos, bem como peixes de alto mar, como o espadarte azul e a barracuda. Moçambique é também o único país da costa oriental de África com registos do dugongo, um mamífero em vias de extinção, que pode ser encontrado em Bazaruto.

O arquipélago é o paraíso dos observadores de aves, com cerca de 160 espécies, incluindo espécies raras e autóctones e diversos tipos de gaivotas e pernaltas. Os flamingos-pequenos também podem ser avistados.

Os lagos de água doce de Bazaruto e Benguerra são o habitat de crocodilos. Os mamíferos presentes nas ilhas incluem ainda pequenos antílopes, gazelas e macacos.

Quando Ir

O melhor momento para visitar Bazaruto é na estação seca, entre Abril e Setembro. Consulte a nossa página:

Como Chegar a Bazaruto

A TAP tem voos directos entre Lisboa e Maputo, a partir de 450 euros. A ligação entre Maputo e Vilanculos é assegurada pela LAM – Linhas Aéreas Moçambicanas.

O transporte entre Vilanculos e Bazaruto faz-se habitualmente de barco. Existem algumas empresas que organizam dhow safaris para visitar as ilhas.

Onde Ficar

Anantara Bazaruto Island Resort

No arquipélago de Bazaruto, a oferta de hotéis é limitada e toda na categoria de luxo (500-1500 euros por noite). Em todo o caso, aqui fica a lista de resorts:

Em alternativa, pode optar por ficar em Vilanculos e contratar uma das empresas que disponibilizam dhow safaris para visitar as ilhas de Bazaruto. Consulte a lista completa de hotéis em Vilanculos.

Formalidades para Visitar Moçambique

Para visitar Moçambique é necessário passaporte e visto emitido pelo Consulado de Moçambique.