Museu do Oriente Celebra o Ano do Dragão

No Ocidente o fim do ano está à porta, mas em alguns países asiáticos o novo ano começa mais tarde.

Segundo o calendário chinês, o novo ano começa a 23 de Janeiro, desta vez sob o signo do Dragão.

Para assinalar esta data, o Museu do Oriente preparou um conjunto de iniciativas associadas à passagem do ano chinês, durante o mês de Janeiro.

Os visitantes do Museu do Oriente podem ficar a conhecer um pouco mais sobre as tradições culturais e lendas do país mais populoso do mundo, através de workshops, exposições e atividades lúdicas, entre as quais se destacam as oficinas sobre a lenda do Buda e dos 12 animais do Zodíaco; uma visita à exposição Deus da Ásia; um seminário sobre Feng Shui; e uma oficina para elaborar dragões em papel.

Museu do Oriente apresenta Festival das Cores

Museu Oriente

O novo ano chinês é uma das maiores festividades do país sendo também conhecida como a festa da Primavera.

O espaço museológico organiza ainda um ateliê na sala Beijing, com capacidade para 25 participantes, e que é destinado às crianças com idades compreendidas entre os 6 e os 12 anos ide idade. A inscrição custa 5 euros.

O Museu do Oriente situa-se na Avenida Brasília, Doca de Alcântara (Norte), em Lisboa.

Para conhecer as iniciativas em pormenor visite o site do Museu do Oriente com mais detalhes sobre esta e outras iniciativas.