O Que Ver e Fazer em Amesterdão, a Cidade dos Canais

0

Amesterdão consegue concentrar tudo numa pequena cidade. Tem tantos eventos e atrações como qualquer grande metrópole e poucas das desvantagens. Pode-se ir a pé ou de bicicleta para praticamente todos os locais.

Há sempre algo para ver e fazer. Conheça a nossa seleção das melhores atrações de Amesterdão, incluindo museus como o Van Gogh, a casa de Anne Frank, os canais mais pitorescos e a melhor comida de rua.

Bairro dos Museus

Na área conhecida como Museumplein concentram-se alguns dos mais importantes museus de Amesterdão.

Rijksmuseum

Rijksmuseum

Interior do Rijksmuseum

Após uma longa década encerrado para obras de renovação pela mão do arquiteto espanhol Cruz y Ortiz, Amesterdão voltou a ter em 2013 um museu com obras de arte mundialmente conhecidas. O Rijksmuseum possui 40 dos mais conhecidos Rembrandts, incluindo “A Ronda Noturna”, quatro pinturas de Vermeer, entre as quais “A Criada de Cozinha”, e variadas obras de outros mestres da pintura flamenga, tais como Frans Hals, Jan Steen e Ferdinand Bol.

A coleção do museu estende-se às artes decorativas, incluindo peças de mobiliário e de cerâmica dos séculos XVII e XVIII. Arte asiática dos séculos XVIII e XIX tem direito a ser exposta no novíssimo Pavilhão Asiático.

O museu possui ainda um jardim muito bem cuidado com entrada gratuita. Para além dos vários canteiros de flores, o jardim possui várias fontes, esculturas e estufas. A entrada no museu custa 17,5€ (grátis para menores de 19 anos).

Stedelijk Museum

Stedelijk Museum

Stedelijk Museum

Este museu possui uma impressionante colecção de arte moderna e contemporânea, que pode ser dividida temporalmente pela Segunda Guerra Mundial. No período pré guerra, encontramos obras de Cézanne, Picasso, Matisse e Chagall, para além de pinturas e desenhos de Malevich. Os artistas pós 1945 estão representados por artistas como De Kooning, Newman, Ryman, Judd, Stella, Lichtenstein, Warhol, Nauman, Middleton, Dibbets, Kiefer, Polke, Merz e Kounellis. A entrada no museu custa 15€ (grátis para menores de 18 anos).

O e-ticket comprado online permite o acesso directo, sem filas, ao museu. O bilhete não tem hora marcada e tem a validade de um ano depois de adquirido.

Museu Van Gogh

Museu Van Gogh

Museu Van Gogh

Possuindo a maior concentração de obras do pintor, no museu de Van Gogh podem ser vistas obras bem conhecidas como “Os Girassóis” ou “Campo de Trigo com Corvos”. O museu foca ainda a vida do pintor e a forma como trabalhava.

A coleção de pinturas e desenhos de Van Gogh é enriquecida com exposições temporárias de artistas contemporâneos de Van Gogh ou que foram influenciados pela sua obra (Francis Bacon por exemplo). A entrada tem um preço de 17€ (grátis para menores de 18 anos).

Comprar os bilhetes online é uma forma de evitar as longas filas que habitualmente se formam à porta do museu.

Sinagoga Portuguesa

Construída em 1675 para a comunidade sefardita de Amesterdão, esta sinagoga tem um interior impressionante, e a sua visita é fundamental para compreender a cultura judaica e o seu desenvolvimento na cidade de Amesterdão. A sinagoga ainda hoje recorre ao sistema de iluminação do século XVII constituído por centenas de velas, e não possui sistema de aquecimento. A entrada custa 15€ para adultos, 7,5€ para jovens entre 13 e 17 anos e 3,75€ para crianças dos 6 aos 12 anos.

Todos os meses, a Sinagoga Portuguesa apresenta uma série de concertos iluminados à luz de velas. Os concertos são às 19h30 de Outubro a Março e às 20h de Abril a Setembro. Não há concertos em Julho e durante o período do Ómer. O bilhete custa 14,5€.

Museu de Anne Frank

Os quartos no sótão da casa onde Anne Frank se escondeu durante a Segunda Guerra Mundial não precisam de mobília para provocarem uma enorme comoção. Os recortes de revistas que Anne Frank colocou nas paredes ainda se encontram no local. A 4 de Agosto de 1944, os ocupantes da casa foram presos e levados para campos de concentração onde Anne morreu juntamente com a mãe. O pai sobreviveu e decidiu que o diário de Anne Frank merecia ser publicado. A entrada no museu custa 14€ para adultos e 9,5€ para jovens dos 10 aos 17 anos. Os bilhetes podem ser pré-reservados online.

Túlipas, Tamancas e Moinhos

Tamancas de Amsterdão

As famosas tamancas

As túlipas, o queijo, as tamancas e os moinhos são imagens de marca de Amesterdão e da Holanda. O mercado de túlipas mais conhecido de Amesterdão é o Bloemenmarkt no canal Singel, fundado em 1860, onde, para além de flores e bolbos, também é possível comprar souvenirs. Não é merecedor de uma visita planeada, mas apenas de um desvio a caminho de outra atração turística.

Mesmo à saída da cidade de Amesterdão, existe um museu, o Zaanse Schans, que conta a história e o simbolismo da tamanca e de outros objectos de artesanato. O museu está localizado numa típica vila holandesa, que possui um conjunto de moinhos e casas preservadas, e uma loja que vende queijo, biscoitos de mel e outros souvenirs. Vale a pena reservar um dia para visitar este local.

Para chegar ao museu Zaanse Schans, apanhe o autocarro 391 na Estação Central de Amesterdão. Este autocarro tem uma frequência de 15 minutos. A viagem até Zaanse Schans demora 40 minutos.

Em Amesterdão, o moinho mais famoso (e também o mais alto) é o De Gooyer, considerado monumento nacional. O moinho não está aberto ao público, mas localiza-se ao lado da famosa cervejaria Brouwerij ‘t IJ de onde pode ser apreciado.

Canais de Amesterdão

Amesterdão

Canais de Amesterdão

Atravessada por inúmeras pontes, Amesterdão possui 165 canais. O canal mais pitoresco é Prinsengracht com as suas casas barco, nas margens do qual se localiza a casa de Anne Frank.

Embora mais pequena, outra das áreas a visitar é a histórica Brouwersgracht ao longo do canal Brewers, considerada por muitos uma das mais belas ruas residenciais de Amesterdão.

Um cruzeiro pelos canais é o passeio mais turístico que se pode fazer em Amesterdão mas também o que oferece a melhor vista das ruas e edifícios históricos da cidade. A maior parte dos cruzeiros parte da doca em frente à Estação Central. Conheça ainda outras sugestões de visitas e passeios turísticos em Amesterdão.

Coffee Shops

Coffee shops

Coffee shops em Amesterdão

Apesar das recentes tentativas do governo holandês em restringir a venda de marijuana em coffee shops a residentes holandeses, os turistas continuam a poder frequentar e comprar marijuana nestes locais. Alguns dos mais conhecidos são o De Tweede Kamer, ou o Kadinsky.

Existem excursões privadas organizadas pelo Viator pelas ruas do Red Light District e pelos coffee shops de Amesterdão.

Comida de Rua ao Estilo de Amesterdão

Em Amesterdão, não há desculpas para não experimentar o arenque cru, a comida local que é vendida em bancas de rua por toda a cidade. A melhor época para provar a iguaria é entre Maio e Julho quando o peixe chega fresco às bancas. Existem locais de venda por toda a cidade, mas o estabelecimento familiar conhecido como Stubbe’s na Singel Haarlingersluis, próximo da Estação Central, é considerado um dos melhores.

Partilhar.