O Que Ver e Fazer em Genebra – 5 Locais a Visitar

A cidade de Genebra é a segunda maior área urbana da Suíça, e um dos principais centros internacionais da diplomacia global, com a presença de instituições como a ONU e o Comité Internacional da Cruz Vermelha.

Ao visitar Genebra, vai perceber por que razão a cidade é considerada uma das três metrópoles mundiais com melhor qualidade de vida. A organização, a limpeza e a eficiência fazem parte do ADN de Genebra.

Os passeios a pé são a melhor forma de a descobrir. Os principais pontos turísticos estão concentrados numa área relativamente pequena, sendo muito fácil circular pela cidade.

Dica: Ao chegar de avião a Genebra, pode obter nas máquinas da Unireso localizadas na área de recolha de bagagens um bilhete grátis da Unireso para viajar nos transportes públicos durante 80 minutos. Adicionalmente, ao ficar num hostel ou hotel, tem direito ao Geneva Transport Card. Com este cartão, os transportes públicos – autocarro (TPG), comboio (CFF) e barco (Mouettes Genevoises) – são gratuitos durante toda a estadia.

Lago Léman e Jet d’Eau

Vista de Genebra

O Lago Léman e o Jet d’Eau são os principais símbolos de Genebra. Aproveite para passear nas margens do lago, ou faça um passeio de barco onde terá a oportunidade de apreciar a cidade sob diversas perspectivas, tendo os Alpes como cenário de fundo.

O Jet d’Eau, situado no centro do lago, lança um jacto de água que atinge os 140 metros de altura. A melhor forma de observar este espectáculo é à distância e à noite quando o jacto fica iluminado com diversas cores.

Centro Histórico

O centro histórico de Genebra (Vieille-Ville) é o coração da cidade. Este é o local ideal para percorrer a pé e admirar os edifícios históricos, museus, cafés e restaurantes típicos. Nesta área estão localizados alguns dos edifícios mais emblemáticos da cidade como a Catedral, a Câmara Municipal, o Hôtel de Ville, a Praça do Bourg-de-Four e o Museu de Arte e História de Genebra.

Catedral de São Pedro

Cathédrale Saint-Pierre de Genève

A Catedral de São Pedro, construída entre 1150 e 1250, é um dos mais belos monumentos de Genebra. Para além de uma visita ao interior, vale a pena subir os 157 degraus até ao topo da catedral e admirar as vistas de 360 graus sobre a cidade. A entrada na igreja é gratuita, mas a subida à torre é paga.

Palácio das Nações

Palácio das Nações

O Palácio das Nações, construído entre 1929 e 1936, albergou a antiga Sociedade das Nações até 1946. Em 1966, o edifício tornou-se a sede europeia das Nações Unidas (ONU). Numa visita a este espaço, não deixe de admirar o exterior e os jardins. No interior, visite o hall da assembleia, a biblioteca e a coleção de arte pública.

Carouge

Carouge

Carouge é uma pequena cidade mandada construir no século XVIII pelo rei da Sardenha para concorrer com Genebra. Muito apreciada pela arquitectura típica reminiscente das suas raízes, a cidade é também conhecida pelo Mercado de Carouge, que possui uma atmosfera particular e bem diferente daquela que se vive na grande cidade. No mercado, que tem lugar todas as quartas-feiras e sábados de manhã, vai encontrar uma grande oferta de produtos frescos locais, como legumes, frutas, queijos, e artesanato.

Carouge fica localizada nos arredores de Genebra. Para visitar o local, apanhe o eléctrico número 18 em direção a “Meyrin, CERN” e saia na estação Carouge Marché.