O Que Ver e Fazer em Inglaterra – 10 Melhores Atrações

Inglaterra é um país com uma longa história e uma cultura que se difundiu por todo o mundo.

Para além da incontornável Londres, conhecer Inglaterra é viajar na história. Na Costa Jurássica, pode admirar os penhascos que documentam milhões de anos. Em Stonehenge, pode ver de perto os megalíticos. Em York, Oxford e Cambridge, vai poder apreciar a arquitectura destas cidades históricas.

Conheça algumas das melhores atrações de Inglaterra, um país que tem algo para oferecer a todos os visitantes.

Londres

London Eye

Londres é uma cidade vibrante, com um enorme conjunto de atrações. A história da capital do Reino Unido está personificada na Abadia de Westminster e no Palácio de Buckingham, onde o render da guarda ocorre a partir das 10h45 em dias alternados (segundas, quartas, sextas e domingos). Fazer compras entre Knightsbridge e Carnaby Street é uma actividade obrigatória em Londres, assim como andar no autocarro vermelho de dois andares e no metro conhecido como tube. A oferta de museus é também vasta: Museu Britânico, Tate Modern, National Gallery, Museu de História Natural, e muito mais.

Stonehenge

Monumento megalítico de Stonehenge

O monumento pré-histórico de Stonhenge é um dos locais mais visitados de Inglaterra. A estrutura formada por círculos concêntricos de pedras, algumas com 5 metros de altura e 50 toneladas, é uma obra de engenharia do período neolítico. Pensa-se que o monumento estava associado a práticas cerimoniais e mortuárias. O local faz parte da lista de Património da Humanidade da UNESCO, juntamente com Avebury a norte, que possui um círculo de pedras ainda maior, e recebe consideravelmente menos turistas. Para informações sobre o horário e preço, consulte o site de Stonehenge.

York

York Minster

York é uma cidade histórica localizada na região de North Yorkshire, 2 horas de comboio a partir de Londres. Na confluência dos rios Foss e Ouse, a cidade é relativamente pequena mas possui um vasto património histórico, que desperta a atenção dos visitantes que percorrem as suas ruelas empedradas. Um dos marcos da cidade é York Minster, uma imponente catedral em estilo gótico recheada de obras de arte. A torre de Clifford representa o castelo medieval de York, tendo sido construída por Guilherme o Conquistador e reconstruída por Henrique III no século XIII. A torre oferece vistas panorâmicas da cidade.

Oxford

Bridge of Sighs em Oxford

A história de Oxford remonta ao tempo dos Anglo-Saxões que designaram o local de Oxenaforda – o local onde os bois (“oxen”) atravessam um rio. Hoje, Oxford alberga a mais antiga universidade anglo-saxónica do mundo, datada do século XII. Tal como Cambridge, Oxford está organizada em faculdades (colleges), perto de 40 no total, cada uma com características distintas. Christ Church é provavelmente uma das mais conhecidas e que pode ser visitada, possuindo uma pequena catedral anexa. Não deixe de visitar também a biblioteca Bodleian, uma das mais antigas da Europa, fundada em 1602. Outras atrações de Oxford incluem a Bridge of Sighs, a lembrar a Ponte dos Suspiros de Veneza, e o Castelo de Oxford.

Cambridge

King’s College

Cambridge é outra histórica cidade universitária inglesa, fundada em 1209. Aqui, os amantes de arquitectura vão ficar fascinados pela capela do King’s College, a intrincada arquitectura gótica dos edifícios da cidade e a mistura de estilos antigos e modernos. Não perca também a Mathematical Bridge que liga os edifícios do Queen’s College nas duas margens do rio Cam. A canoagem nos chamados punts é uma das actividades preferidas dos estudantes de Cambridge.

Costa Jurássica

Costa Jurássica

A Costa Jurássica corresponde a uma secção do sul de Inglaterra no canal da Mancha, que cobre 154 km entre Exmouth e Studland Bay em Dorset. Inscrita no Património Mundial da UNESCO desde 2001, a costa é formada por penhascos que documentam a história da Terra ao longo de 185 milhões de anos, constituindo um registo quase completo dos períodos Triássico, Jurássico e Cretáceo. Existem diversas localidades históricas ao longo da costa e vários museus sobre cada região. Destaca-se Charmouth, uma pitoresca vila costeira e o local ideal para encontrar fósseis e fazer caminhadas. Informações sobre outras localidades da Costa Jurássica pode ser obtida aqui.

Bath

Termas Romanas de Bath

Bath foi fundada pelos romanos no ano 60 d.C. que aqui construíram umas termas. A popularidade de Bath atingiu o seu auge na era georgiana, entre os séculos XVIII e XIX, quando se tornou um complexo termal para os ricos. Além das termas, destaca-se a arquitectura georgiana da cidade. A beleza e importância cultural da cidade valeram-lhe a inscrição no Património Mundial da UNESCO. Bath é também uma boa base para visitar o monumento megalítico de Stonehenge.

Lake District

Parque Nacional de Lake District

Localizado no noroeste de Inglaterra, o Parque Nacional de Lake District é o maior de Inglaterra, classificado Património Mundial pela UNESCO. Esta região montanhosa é famosa pelas caminhadas e escaladas que proporciona aos mais de 15 milhões de visitantes que recebe anualmente. No parque localiza-se a maior montanha de Inglaterra, Scafell Peak, e o lago mais extenso, Windermere.

Stratford-upon-Avon

Anne Hathaway’s Cottage

Stratford-upon-Avon é uma cidade histórica nas margens do rio Avon, conhecida por ser o local onde nasceu o dramaturgo e poeta inglês William Shakespeare. Não deixe de visitar a casa onde o poeta viveu, restaurada ao estilo do século XVI e que expõe diversos objectos autênticos, a Holy Trinity Church onde se encontra sepultado, e a Anne Hathaway’s Cottage, uma quinta com 500 anos onde a mulher de Shakespeare cresceu. Stratford-upon-Avon alberga a companhia de teatro Royal Shakespeare Company, o que confere à cidade uma enorme importância no domínio das artes cénicas.

Castelo de Winsor

Vista do Castelo de Windsor

Localizado a cerca de uma hora de Londres, o Castelo de Winsor serve de residência à família real britânica há quase mil anos. Considerado o maior castelo habitado do mundo, é utilizado regularmente para cerimónias de Estado e eventos. Apesar disso, encontra-se aberto ao público, podendo ser visitados os sumptuosos aposentos reais e a capela de São Jorge em estilo gótico, datada do século XV. O castelo é cercado por jardins e pelo extenso Great Park. A visita não fica completa sem assistir ao render da guarda, que tem lugar às 11h em dias específicos (presentemente, segunda, quarta, sexta e sábado). Consulte o horário antes de visitar.