O Que Ver e Fazer na Madeira: Atividades e Passeios

A Madeira é por excelência a ilha das caminhadas. Para os “profissionais”, a ilha oferece trilhos pelas levadas com diferentes extensões e graus de dificuldade. Para os “amadores”, a ilha oferece uma extensa zona costeira desde o Funchal a Câmara de Lobos.

O arquipélago é também famoso pelas piscinas naturais, os picos e as praias de Porto Santo.

Conheça as nossas recomendações e dicas sobre o que ver e fazer na Madeira.

Centro Histórico do Funchal

O centro histórico do Funchal é composto por três núcleos, e a melhor forma de os conhecer é a pé.

Começando pelo núcleo histórico da Sé, vale a pena apreciar o edifício gótico erguido no século XVI. No interior, o destaque vai para o teto de alfarge, em madeira de cedro trabalhada.

Centro histórico da Madeira

Fachada da Igreja do Colégio

No núcleo histórico de São Pedro, existem várias igrejas com interesse, com destaque para a Igreja do Colégio, que esconde sob uma fachada sóbria um interior exuberante em talha dourada. Algumas das mais importantes ruas do Funchal do ponto de vista arquitectónico (com solares e casas senhoriais) são a Rua da Mouraria, a Rua das Pretas, a Rua dos Netos e a Rua do Surdo, que convergem da Igreja de São Pedro erguida em 1590.

O núcleo de Santa Maria, que se desenvolveu a partir de uma rua paralela ao mar, é o mais antigo do Funchal. Algumas das atrações são o Museu da Eletricidade, a Fortaleza de São Tiago, e o Mercado dos Lavradores, onde se vendem frutas exóticas, peixe fresco, com destaque para o atum, o tradicional bolo de mel e artesanato.

Promenade de Câmara de Lobos

A promenade de Câmara de Lobos é um percurso pedonal de 2,2 km que liga Praia Formosa (a cerca de 8 km do centro do Funchal) e Câmara de Lobos, uma tradicional vila piscatória. Construído sobre pilares, este percurso à beira-mar manteve intacta a beleza da falésia.

A primeira parte do percurso, conhecida como promenade do Lido, liga a área do Lido, famosa pelas piscinas de água salgada, a Praia Formosa. Este passeio marítimo é um popular espaço de lazer com vista para o oceano e várias áreas ajardinadas

Levadas

Levadas e veredas da Madeira

Levadas da Madeira

A Madeira é famosa pelas levadas que se podem encontrar um pouco por toda a ilha. Muitos dos trilhos junto das levadas oferecem condições ideais para fazer caminhadas pela natureza. No centro e leste da ilha são várias as opções, nomeadamente com partida no Parque Florestal do Ribeiro Frio, na freguesia do Faial e em Santana. Conheça um itinerário para descobrir algumas das melhores levadas na Madeira.

Piscinas Naturais de Porto Moniz

As piscinas naturais localizadas na vila de Porto Moniz no extremo noroeste da ilha da Madeira (a cerca de uma hora de automóvel do Funchal) são outra das atrações da ilha. De uma enorme beleza natural, as piscinas por onde o mar entra são formadas por lava vulcânica. A entrada tem um custo de 1,5€.

Aproveite também para conhecer o Aquário da Madeira, também localizado na vila de Porto Moniz. O aquário foi construído no antigo forte de São João Batista, e possui 12 tanques que recriam os vários habitats marinhos.

Observação de Baleias e Golfinhos

Passeios de barco na Madeira

Observação de baleias e golfinhos

A localização geográfica privilegiada da ilha da Madeira permite passeios para observação de baleias e golfinhos no seu habitat natural. A observação destes animais faz-se durante todo o ano, com destaque para os golfinhos, os cachalotes e as tartarugas. Existem empresas que oferecem, para além da observação, a possibilidade de nadar com os golfinhos e ver de perto o seu comportamento. No verão, outras das propostas passam por mergulhar no Cabo Girão e nas águas da Ilhas Desertas. São várias as empresas que oferecem um conjunto diversificado de programas.

A observação de baleias e golfinhos ronda 45-50€ em função da empresa, enquanto que o programa de natação com golfinhos custa cerca de 65€.

Porto Santo

Ao contrário da ilha da Madeira, a ilha do Porto Santo possui praias de areia fina e dourada que se estendem ao longo de 9 km. Com um clima ameno durante todo o ano, Porto Santo é ideal para banhos de sol e mar, mas também para caminhadas e passeios de bicicleta por vários percursos e trilhos onde se pode apreciar a beleza primitiva da ilha.

A forma preferida de chegar a Porto Santo a partir do Funchal é de ferry.

Cabo Girão

Cabo Girão

Cabo Girão

Com 589 metros de altura, o Cabo Girão é o promontório mais alto da Europa. Recentemente a Condé Naste incluiu este cabo numa lista de penhascos com vistas que rivalizam com as do Grand Canyon.

O miradouro, onde recentemente foi construída uma plataforma de vidro (skywalk), oferece vistas deslumbrantes sobre as Fajãs, pequenas áreas cultivadas no sopé da falésia, Câmara de Lobos e o Funchal. É também o local ideal para a prática de modalidades radicais como o parapente e o base-jumping.

Pico do Arieiro

Pico do Arieiro

Pico do Arieiro

Em dias de céu limpo, o miradouro do Pico do Arieiro permite avistar toda a costa sul da ilha Madeira, o Curral das Freiras e até mesmo a ilha de Porto Santo. Também se avistam os percursos pedestres que ligam o Pico do Arieiro aos dois outros picos, o Pico Ruivo, o mais alto da ilha, e o Pico das Torres.

Ponta de São Lourenço

Ponta de São Lourenço

Ponta de São Lourenço

Localizada no extremo oriental da ilha da Madeira, a Ponta de São Lourenço marca uma mudança na paisagem verde da ilha. As formações rochosas de origem vulcânica e a vegetação rasteira, consequência do clima semiárido e da exposição aos ventos do Norte, determinam uma paisagem única e um verdadeiro património natural.

A vereda da Ponta de São Lourenço é um percurso de 4 km, com a duração de 2h30, que permite explorar a península e observar a fauna e flora endémicas.

O solo nalguns locais junto à falésia não é totalmente estável, pelo que não é aconselhável permanecer nestes locais.