O Que Ver e Fazer em Maiorca: Entre as Praias e a Serra

A ilha de Maiorca é o principal destino turístico do arquipélago das Baleares.

As praias de areia dourada, as baías com águas transparentes e as paisagens naturais são algumas das principais atracções daquela que é considerada a mais bela ilha espanhola.

Quando o sol se põe, começa a diversão nos inúmeros bares e discotecas existentes no Paseo Marítimo e em La Lonja na capital da ilha.

1. Palma de Maiorca

Palma de Maiorca

Vista panorâmica de Palma de Maiorca

Palma de Maiorca é a capital e o epicentro da actividade turística, económica e social desta ilha espanhola. A cidade conjuga boas praias, uma vida social animada e um património histórico e cultural ímpar, onde se destacam a Catedral, o Palau de l’Almudaina, o Museu de Mallorca, o Museu Diocesà, e a Fundació Juan March.

2. Catedral de Palma de Maiorca (La Seu)

Catedral de Maiorca

A Catedral de Palma de Maiorca, também conhecida por La Seu, é considerada como uma das maiores catedrais góticas da Europa. Construída no início do século XVII, localiza-se no centro histórico de Palma, entre o Palau de l’Almudaina (Palácio Real) e o Palácio Episcopal. As visitas podem ser realizadas entre as 10h e as 17h15.

3. Castelo de Bellver

Pátio interior do Castelo de Bellver

O Castelo de Bellver foi construído no século XIV e possui uma arquitectura em estilo gótico com uma forma circular. O castelo está localizado a 3 quilómetros do centro de Palma de Maiorca e a cerca de 110 metros de altitude, oferecendo excelentes vistas sobre a cidade e a Serra de Tramuntana.

O castelo está aberto o ano inteiro (excepto a 25 de Dezembro e 1 de Janeiro). O bilhete custa 4€, sendo que aos domingos a entrada é gratuita.

4. Serra de Tramuntana

Vistas panorâmicas da Serra Tramuntana

Serra Tramuntana

Cerca de 40% do território de Maiorca é considerado paisagem protegida. A Serra de Tramuntana integra esta área, sendo a principal cordilheira montanhosa do arquipélago das Baleares. Em 2011, a UNESCO reconheceu a importância desta região do ponto de vista cultural, designando-a Património da Humanidade.

A Serra de Tramuntana, localizada no noroeste da ilha de Maiorca, é o lugar ideal para fazer passeios a pé e desfrutar da paisagem em redor, dominada por oliveiras, laranjeiras e pinheiros, e visitar as aldeias pitorescas com as suas casas construídas em pedra.

Uma das melhores forma de descobrir esta região é de automóvel. Alguns dos pontos de visita obrigatória são o pequeno porto de Sa Calobra e o percurso até ao Cap Formentor, situado no extremo norte da ilha.

O comboio é outro meio de transporte popular. Ao embarcar no “expresso laranja”, pode ao longo de 27 km, entre Palma e Soller, deslumbrar-se com as magníficas paisagens de Serra de Tramuntana. O bilhete de ida custa 15€, e o de ida e volta fica em 21€.

5. Passeio Marítimo

Passeio marítimo

A avenida Gabriel Roca (Paseo Maritimo) percorre a linha de costa ao longo de 5 quilómetros e oferece excelentes panorâmicas sobre o mar e a baía. Não deixe de passear ao longo desta via e aproveite para saborear as tapas acompanhadas pela clássica “caña” nos diversos bares existentes ao longo do passeio marítimo.

6. Museu Espanhol de Arte Contemporânea

O Museu Espanhol de Arte Contemporânea (Fundação Juan March) ocupa um belo edifício oitocentista na rua pedonal de Sant Miquel em Palma de Maiorca. A exibição permanente inclui alguns dos maiores nomes da pintura mundial como Picasso e Mirò. A entrada é gratuita.

7. Aqualand El Arenal

O Aqualand El Arenal é um dos maiores parques aquáticos da Europa com diversas piscinas e escorregas, e ainda um mini-zoo. O parque está aberto entre maio e outubro das 10h às 18h. O bilhete para adultos custa 30€ e as crianças pagam 21€, tendo desconto se comprado online.

8. Praias

As melhores praias de Maiorca

Praias de Maiorca

É impossível resistir à beleza das praias de Maiorca, desde as mais frequentadas como El Arenal e Magalluf até às mais recônditas como Cala Deià e Cala Tuent.

Mais actividades a não perder em Maiorca

  • Comer ostras e beber champanhe no Mercat de L’Olivar;
  • Visitar o Palácio Almudaina, uma das residências oficiais da Família Real Espanhola;
  • Provar as “tapas y cañas” e o “frito de marisco” no pitoresco bairro de Santa Catalina;
  • Passear de bicicleta pelas ciclovias existentes na ilha, com especial destaque para o percurso entre Palma e Soller;
  • Praticar mergulho no sudoeste da ilha, onde é possível encontrar uma maior diversidade de fauna e flora marinha, recifes, e grutas;
  • Fazer caminhadas no Parque Natural de Mondragó e apreciar as paisagens naturais.