O Que Ver e Fazer em Montevideu – Visitar a Capital do Uruguai

A cidade de Montevideu situa-se no sul do Uruguai, na margem oriental do estuário do rio da Prata.

Com cerca de um milhão e meio de habitantes, Montevideu é a maior cidade do Uruguai, e uma das que possui melhor qualidade de vida na América Latina de acordo com a lista elaborada anualmente pela consultora Mercer.

A cidade foi fundada em 1726 pelo espanhol Bruno Mauricio de Zabala, apesar de, anos antes, aí terem permanecido tropas portuguesas sob o comando de Dom Manuel de Freytas da Fonseca.

Devido à sua localização geográfica, Montevideu passou a ser um importante entreposto comercial na região e um porto estratégico para a navegação. Durante o século XIX, esteve sob o domínio de portugueses, brasileiros e espanhóis. Em 1828, deu-se a independência do Uruguai, e Montevideu tornou-se a capital do país.

O coração da cidade inclui a Avenida 18 de Julho, a principal artéria de Montevideu, a Praça da Independência, e a Cuidad Vieja (centro histórico). O Mercado do Puerto, a Catedral Metropolitana, o Palácio Salvo, e o Teatro Solís são alguns dos lugares mais emblemáticos da cidade.

Catedral Metropolitana

Catedral Metropolitana de Montevideu

A Catedral Metropolitana de Montevideu, situada em frente à Plaza de la Constitución, no centro histórico, é a principal igreja católica da cidade. Com uma arquitectura neoclássica, a igreja destaca-se pela grandiosidade da nave central, da capela-mor e do altar.

Mercado do Porto

Interior do Mercado del Puerto

O Mercado do Porto é um dos lugares mais emblemáticos da capital uruguaia. O mercado ocupa uma estrutura trabalhada em ferro, datada do século XIX. Hoje, muitas das bancas de legumes e frutas deram lugar a restaurantes onde vai poder saborear as carnes grelhadas, iguarias da gastronomia uruguaia, como o chivito e a parrillada. O restaurante El Palenque é um dos mais conhecidos.

Praça da Independência

Praça Independência

Vista da Praça da Independência

A Praça da Independência, localizada nos limites do centro histórico, é a praça pública mais importante de Montevideu, e um espaço que marca a separação entre a cidade antiga e a cidade moderna. No centro da praça, vai encontrar a grande estátua equestre e o mausoléu de José Gervasio Artigas, um político e militar uruguaio. Em redor da Porta da Cidadela, um vestígio da fortaleza que protegia Montevideu nos tempos coloniais, encontra a Torre Executiva, actual sede do poder executivo, o Palácio Estévez e o Palácio Salvo, outro dos símbolos da cidade.

Teatro Solís

Teatro Solís

O Teatro Solís, inaugurado em 1856, é o teatro mais importante da capital do Uruguai. O edifício apresenta uma arquitectura imponente, com diversas semelhanças à do Teatro Carlo Felice em Génova. O teatro possui as características típicas dos teatros líricos, com orquestra e 4 anéis. Para informações detalhadas sobre o programa e horários das visitas, consulte o site oficial do teatro.

Feira de Tristán Narvaja

Feira de Tristan Navaja - Por Rodrigo Olivera from Montevideo, Uruguay (Libros en Feria Tristán Narvaja) [CC BY 2.0 (http://creativecommons.org/licenses/by/2.0)], via Wikimedia Commons

Feira de Tristan Navaja – Por Rodrigo Olivera from Montevideo, Uruguay (Libros en Feria Tristán Narvaja) [CC BY 2.0 (http://creativecommons.org/licenses/by/2.0)], via Wikimedia Commons

A Feira de Tristán Narvaja é o local ideal para passear num domingo de manhã. Na feira, que ocupa vários quarteirões no bairro Cordón, vai encontrar diversos vendedores de fruta, vestuário, animais, e ainda de livros antigos, peças de antiquário, e artesanato.

Palácio Salvo

Palácio Salvo

O Palácio Salvo, localizado junto à Praça da Independência, é um dos principais bilhetes-postais da cidade de Montevideu. Este edifício, inaugurado em 1928, foi concebido pelo arquitecto italiano Mario Palanti, um imigrante italiano que vivia em Buenos Aires. O edifício foi, durante vários anos, a torre mais alta da América do Sul.