O Que Ver e Fazer na Nova Zelândia – 7 Atrações Imperdíveis

0

A Nova Zelândia é um destino de aventura e de paisagens naturais, com locais únicos que não deixam ninguém indiferente.

Fiordes, lagos, montanhas escarpadas, vastas planícies, colinas, florestas subtropicais, vulcões e quilómetros de litoral são algumas das paisagens que caracterizam este pais localizado no sudoeste do oceano Pacífico.

Autêntica e paradisíaca, deixe-se deslumbrar pela Nova Zelândia e por sete das suas melhores atrações.

Fiordland

Milford Sound

No sudoeste da ilha Sul, Fiordland é uma uma região montanhosa onde se localiza o maior parque nacional da Nova Zelândia. Os 14 fiordes, rodeados de espectaculares cascatas, formam uma paisagem de magnífica beleza natural. O fiorde mais popular e acessível é Milford Sound, localizado no extremo norte do parque. Visto de cima num voo panorâmico, ou num cruzeiro, deixe-se deslumbrar pela grandiosidade da paisagem. Para os mais aventureiros, sugerimos caminhadas, conhecidas como Great Walks, canoagem e mergulhos marítimos, onde poderão aproximar-se de alguns dos residentes locais, entre os quais golfinhos, lobos-marinhos e pinguins.

Parque Nacional Tongariro

Emerald Lakes no Parque Nacional Tongariro

Com mais de 80.000 hectares, Tongariro foi o primeiro parque nacional da Nova Zelândia, sendo conhecido pelas paisagens contrastantes e surpreendentes, onde lagos de cor esmeralda, prados alpinos e fontes termais rodeiam os maiores vulcões da ilha Norte. O parque foi concedido à Nova Zelândia pelo chefe Maori em 1887 à condição de ser criada uma área protegida.

A Tongariro Alpine Crossing é considerada a melhor caminhada diurna da Nova Zelândia. Este passeio de um dia parte no lado oeste do monte Tongariro e termina no lado norte, numa distância total de 19,4 km, com a duração aproximada de 7 horas. Pelo caminho atravessa fluxos de lava de antigas erupções vulcânicas, passa pelas magníficas cascatas de Taranaki, sobe até ao ponto mais alto (Red Crater), que proporciona uma vista de tirar o fôlego, e passa pelos Emerald Lakes e Blue Lake, lagos de cores inacreditáveis formados em antigas crateras vulcânicas.

Queenstown

Lago Wakatipu

Localizada na ilha Sul, nas margens do lago Wakatipu, Queenstown é um popular destino de aventura. Rodeada pelas montanhas dos Southern Alps, a cidade oferece excelentes condições para a prática de esqui no Inverno e de desportos radicais, como bungy jump, paraquedismo, canyoning, passeios em lanchas, passeios a cavalo e rafting em rio, durante todo o ano. Queenstown é também um local de enorme beleza, que pode ser admirado num passeio de bicicleta em torno do perímetro do lago Wakatipu ou num cruzeiro pelas suas águas.

Bay of Islands

Golfinhos na Bay of Islands

Localizada a norte da cidade de Auckland, cerca de três horas de carro ou 35 minutos de avião, a Bay of Islands é uma microrregião formada por 144 ilhas de clima subtropical, onde se incluem as pitorescas cidades de Opua, Paihia, Russell e Kerikeri que servem de base para os visitantes da região. Num cruzeiro, num iate ou até num caiaque, não deixe de explorar este destino paradisíaco. O Tapeka Point, a norte de Russell, marca o início de um verdadeiro parque marítimo, rico em espécies marinhas como pinguins, golfinhos, baleias e gansos-patola, entre muitas outras.

Auckland

Porto de Auckland

Localizada na ilha Norte, Auckland é a maior e mais populosa cidade da Nova Zelândia. Conhecida por uma vibrante vida cultural e como destino gastronómico, Auckland fica a apenas meia hora de magníficas praias, belíssimos trilhos para caminhadas e de uma dúzia de ilhas paradisíacas. Na cidade, a Auckland Harbor Bridge é o local que oferece uma das melhores vistas panorâmicas. Para conhecer a história e a herança da Nova Zelândia, não deixe de visitar o Auckland Domain, a parte mais antiga da cidade.

Rotorua

Parque geotermal de Wai-o-tapu

Rotorua, localizada na ilha Norte, é conhecida como a terra termal da Nova Zelândia, com magníficas paisagens, que incluem géisers e fontes termais, e uma rica história e cultura popular ligadas ao povo Maori. À saída da cidade, Wai-o-tapu (que significa “águas sagradas” em Maori) é um parque com uma intensa actividade geotermal que vale a pena visitar. Pode optar por uma de três caminhadas, com a duração entre 30 e 75 minutos, que incluem a visita à colorida Champagne Pool e ao Lady Knox Geyser, conhecido por entrar em erupção diariamente às 10h15, lançando uma coluna de água quente que pode ascender aos 20 metros de altura.

Glacier Country

Glaciar Franz Josef

Na costa oeste da ilha Sul, Glacier Country é uma área de enorme beleza natural, que engloba os glaciares de Franz Josef e Fox e o Westland National Park. O glaciar de Franz Josef é um dos glaciares mais acessíveis do mundo, já que permite caminhar pelo próprio vale. Existem caminhadas no Franz Josef disponibilizadas por diversas empresas, com vários níveis de dificuldade, para além de um passeio cénico de helicóptero, que inclui uma caminhada suave com a duração de duas horas.

Partilhar.