O Que Ver e Fazer em Viena – 12 Melhores Atrações

A cidade de Viena, localizada nas margens do rio Danúbio, é uma metrópole graciosa com palácios luxuosos, edifícios renascentistas, barrocos e neogóticos, e uma herança histórica e cultural única no continente europeu.

Os Habsburgos, que governaram Viena durante quase 600 anos, deixaram um legado que está presente nos jardins, palácios e edifícios imponentes.

A capital austríaca também é reconhecida por ser uma das capitais mundiais da música, onde compositores famosos como Mozart, Strauss ou Haydn deixaram a sua marca, que perdura até hoje. Anualmente, Viena recebe centenas de concertos nas ruas e nas salas de espectáculo da cidade como a Ópera Vienense (Staatsoper) e a Sala Dourada (Goldene Musikvereinssaal).

A história e a vivência da capital austríaca passa também pelos tradicionais cafés vienenses, pelas heurigen (tabernas austríacas), e pelos restaurantes de autor que reinventaram a gastronomia local.

Descubra doze das melhores atrações de Viena, e deixe-se fascinar por esta bela cidade.

1. Catedral de Santo Estevão

Catedral de Viena

Catedral de Santo Estevão

A Catedral de Santo Estevão (Stephansdom) é um dos pontos de referência da cidade. A igreja, com uma arquitectura românica e barroca, foi destruída durante os bombardeamentos da Segunda Guerra Mundial. Foi reconstruída em sete anos com o esforço e dedicação dos vienenses, acabando por ser um dos símbolos da reconstrução da Áustria do pós-guerra.

Ao visitar o interior, não deixe de admirar os 18 altares e as obras de arte existentes. Em seguida, suba os 343 degraus até ao topo da torre sul, com 136 metros de altura, para vistas deslumbrantes de Viena.

Como chegar: estação de metro Stephansplatz (linhas U1 e U3)
Horário: Segunda a sábado das 6h às 22h. Domingos e feriados das 7h às 22h.

2. Palácio Imperial de Hofburg

Palácio Imperial de Hofburg

Palácio Imperial de Hofburg

O edifício imponente do Palácio Hofburg, voltado para a Heldenplatz, foi residência oficial dos Habsburgo e da família imperial durante mais de seis séculos. O palácio possui mais de 2600 salas, e ocupa cerca de 20 hectares, incluindo os majestosos jardins. Actualmente, o complexo está ocupado pela Biblioteca Nacional Austríaca, pela Escola Espanhola de Equitação, por museus e por gabinetes do presidente austríaco.

3. Parlamento

Parlamento

Parlamento

O Parlamento, construído entre 1873 e 1883, de acordo com os planos do arquitecto Theophil Hansen, é um dos principais símbolos arquitectónicos da Ringstrasse, a avenida mais importante de Viena que circunda a Innere Stadt. O edifício edifício do Parlamento destaca-se pelo estilo greco-romano com 8 colunas na fachada.

Como chegar: estação de metro Volkstheater (linhas U2 e U3).
Horário: segunda a sexta-feira das 8h30 às 18h30 e sábado das 9h30 às 16h30.

4. Rathaus

Rathaus

Rathaus

O Rathaus é actualmente a sede da Câmara Municipal de Viena e do Conselho Municipal da cidade. O edifício de estilo neogótico foi concebido pelo arquitecto alemão Friedrich von Schmidt, tendo sido construído entre 1872 e 1883. O edifício está a ser alvo de uma renovação profunda, cuja conclusão está prevista para 2023.

Como chegar: estação de metro Rathaus (linha U2)
Horário: o centro do visitante está aberto de segunda a sexta-feira das 8h às 18h.

4. Parque Burggarten

Burggarten

Burggarten

O Parque Burggarten, situado na área adjacente ao Palácio de Hofburg, foi planeado por Ludwig Gabriel von Remy e por Franz Antoine, entre 1819 e 1823, que desenharam um jardim ao estilo inglês.

O jardim está aberto de abril a outubro das 6h às 22h e no Inverno (novembro a março) das 6h30 às 19h.

5. Ringstrasse

ringstrasse

Em meados do século XIX, o Imperador Francisco José mandou construir a Ringstrasse, uma avenida que circunda a área central da cidade ao longo de 5 quilómetros. Uma grande parte dos edifícios mais emblemáticos de Viena estão aqui localizados, como é o caso da Câmara Municipal (Rathaus) e do Museu de História Natural.

6. Complexo de Belvedere

Belvedere

Belvedere em Viena

O complexo de Belvedere é constituído por diversos palácios de estilo barroco, estábulos, parques e laranjais. É um espaço agradável para passear e apreciar a arquitectura dos edifícios e o desenho dos jardins.

7. Hundertwasserhaus

Hundertwasserhaus

Hundertwasserhaus

O Hundertwasserhaus é um edifício com uma arquitetura singular, situado no bairro de Lanstrasse (Kegelgasse 34-38), que foi concebido pelos arquitectos Friedensreich Hundertwasser e Joseph Krawina. Trata-se de um prédio com 52 apartamentos multicoloridos. O topo está coberto por árvores, e das janelas e fachada emergem arbustos e árvores. A construção desta obra inovadora terminou em 1985, mas o complexo arquitectónico faz já parte da herança cultural de Viena.

8. Graben

Graben

Graben ao fim do dia

A Graben é uma das principais ruas comerciais da cidade, localizada nas proximidades da Stephansplatz, da rua Kohlmarkt, e da Catedral de Santo Estévão. Em geral, as lojas estão abertas de segunda a sexta-feira das 9h às 19h e aos sábados das 9h às 18h.

9. Opera

Opera

Opera de Viena

A Ópera de Viena é outro dos monumentos emblemáticos da Ringstrasse. É uma das principais salas da cidade com espetáculos de ópera, dança e ballet e concertos de música. Existe uma visita guiada, com a duração de uma hora, que permite conhecer o interior desta sala de espetáculos.

Como chegar: estação de metro Karlsplatz (linhas U1, U2 e U4).
Horário: segunda a sábado das 9h até uma hora antes do inicio dos espectáculos. Encerra aos domingos e feriados.
Informações e compras de bilhetes: www.viennaconcerts.com

10. Schönbrunn

Schönbrunn

Schönbrunn

O Palácio de Schönbrunn é um dos locais mais visitados de Viena, e um dos principais monumentos históricos e culturais da Áustria. O imponente edifício foi mandado construir pelo Imperador Leopoldo I no final do século XVII. Integra a lista de Património Mundial da Unesco desde 1996.

Com 1441 quartos, a grandeza do Palácio de Schönbrunn é apenas comparável à do Palácio de Versalhes. Os jardins privados, o mais antigo jardim zoológico do mundo (Tiergarten Schönbrunn), os jardins labirínticos, e a fonte de Neptuno, são alguns dos locais a visitar.

Como chegar: estação de metro Schönbrunn (linha U4); elétricos números 10 e 58; autocarro número 10A.

11. Prater

Prater

Roda Gigante do Prater

O Prater é o parque de diversões de Viena, e a roda gigante, construída em 1897, o principal símbolo desta atração turística. Trata-se de um lugar divertido para passar algumas horas a experimentar as diversas atrações existentes. O Prater situado 3 quilómetros a noroeste do centro da cidade, no bairro de Leopoldstadt, e encontra-se aberto entre as 10h e a meia-noite de 15 de março a 31 de outubro. A entrada é gratuita.

Como chegar: estação de metro Praterstern (linha U1 e U2).

12. Cruzeiro no Danúbio

Cruzeiro no Danúbio

A bordo do MS Wien, do MS Vindobona ou do MS Blue Danube, conheça Viena e a sua arquitectura a partir do rio Danúbio. Pode optar por um pequeno passeio de barco dentro dos limites da cidade, ou por dia inteiro na água. Muitos visitantes aproveitam para visitar o vale do Wachau, a 30 minutos de Viena, que é Património Mundial da Unesco. A empresa DDSG Bue Danube é a mais conhecida a organizar estes passeios de barco.

Há ainda quem visite a vizinha Bratislava, capital da Eslováquia. A viagem no catamarã da empresa Twin City Liner liga as duas cidades em apenas 75 minutos.