O Que Ver em Lanzarote: A Ilha da Eterna Primavera

A ilha de Lanzarote é um destino com uma beleza muito própria, onde dominam as paisagens vulcânicas avassaladoras e as formações geológicas com as mais variadas formas.

Ao chegar a Lanzarote, o primeiro impacto pode não ser positivo, devido à aridez, ao vento constante e ao cinzentismo das paisagens. No entanto, quando se começa a conhecer a ilha é impossível ficar indiferente a este território que foi moldado pela Natureza ao longo de milhões de anos, tendo sido declarada como Reserva da Biosfera pela Unesco em 1993.

Para conhecer o melhor de Lanzarote sugerimos uma lista de locais que vale a pena visitar nesta ilha do arquipélago das Canárias.

Mirador del Rio

Mirador del Rio

Vistas panorâmicas de La Graciosa

Não é exagero afirmar que o Mirador del Rio é um dos mais belos locais de Lanzarote. Daqui, obtém-se vistas impressionantes para a ilha La Graciosa que faz parte da Reserva Natural do arquipélago Chinijo, no nordeste das Canárias.

O miradouro está localizado no norte da ilha, em Peñas de Andia, a cerca de 475 metros de altitude. Neste local foi construído um edifício, no topo da arriba, de autoria do arquiteto César Manrique, que concebeu um espaço singular que mimetiza as rochas vulcânicas do ambiente envolvente. O interior do edifício dispõe de vários terraços e janelas, a partir dos quais é possível obter diferentes perspectivas sobre a paisagem. O espaço é ainda composto por um café e uma loja de souvenirs. A entrada custa 4,50€.

Parque Nacional de Timanfaya

Parque Nacional de Timanfaya

Parque Nacional de Timanfaya

O Parque Nacional de Timanfaya, localizado na costa ocidental de Lanzarote, é um dos locais de visita obrigatória em Lanzarote, sendo considerado uma das “maravilhas naturais da ilha”. A paisagem lunar deste território, com cerca de 50 km2, foi resultado de erupções vulcânicas violentas que ocorreram durante o século XVIII. O cenário é marcado pelos campos de lava, pelas rochas basálticas de diferentes formas e pelas ravinas acidentadas.

Cueva de los Verdes

A Cueva de los Verdes e uma gruta vulcânica peculiar que é o resultado da erupção do Vulcão de la Corona que originou um túnel subterrâneo com mais de 6 quilómetros de extensão e que termina no mar.

O espaço está aberto das 10h às 18h (no verão encerra às 19h). A entrada custa 9€. A visita guiada tem cerca de uma hora de duração.

Los Jameos del Agua

Jameos del Agua

Jameos del Agua

Os jameos correspondem a lagos subterrâneos situados no interior de tuneis vulcânicos (Cueva de los Verdes) e que são iluminados pelo sol. As condições naturais existentes promovem o aparecimento de uma espécie de caranguejo albino que é única a nível mundial.

Junto a estas grutas existe um jardim de palmeiras com um lago artificial e um museu dedicado à actividade vulcânica idealizado por César Manrique.

Jardim Botânico dos Cactos

Cactos

Jardim do Cactos

O Jardim Botânico de Cactos está localizado numa antiga mina de extracção de areia e é mais uma obra do arquitecto César Manrique que reconverteu este espaço numa área de exposição de cactos expostos em forma de anfiteatro. São mais de 10 mil exemplares e 1400 espécies diferentes de cactos. O espaço está aberto das 10h às 18h. A entrada custa 8€ e inclui uma bebida no bar.

Praias

Como chegar a Lanzarote

Praia em Lanzarote

Explore as belas praias de Lanzarote com opções para todos os gostos, desde as mais movimentadas como a Playa de Las Cucharas, em Teguise, até às mais calmas como El Golfo, uma pequena praia de areia vulcânica e com cores naturais surpreendentes e a Playa de Papagayo de areia fina e águas transparentes.

Parque Natural de Los Volcanes

Lava

Paisagem vulcânica

O Parque Natural de Los Volcanes está localizado a oeste do Parque Nacional de Timanfaya e foi declarado como uma área de sensibilidade ecológica. Esta área é dominada por formações de origem vulcânica resultantes da solidificação da lava.

Casa José Saramago

Fique a conhecer a vida e obra do prémio Nobel da Literatura José Saramago nesta “casa de de livros” como definiu o escritor. Uma casa onde o escritor passou parte da sua vida em Lanzarote que foi transformada numa casa-museu e biblioteca. A casa está aberta de segunda-feira a sábado das 10h às 14h e a entrada custa 8€.

Fundação César Manrique

A casa de César Manrique, com uma arquitectura singular, está construída no interior de 5 formações vulcânicas. A fundação está aberta todos os dias das 10h às 19h e a entrada custa 7,5€.