O Que Ver no Peru – 10 Atrações a Visitar

0

O Peru é um país com uma diversidade geográfica assinalável. Desde os Andes, onde os habitantes locais ainda conservam o seu modo de vida ancestral e falam o quechua, passando pela floresta amazónica, até aos desertos do litoral onde predominam as dunas e as cidades piscatórias, conheça 10 das principais atrações a visitar no Peru.

Machu Picchu

Vista de Machu Picchu

Sem dúvida a principal atração do Peru, Machu Picchu (“velha montanha” em quechua) é uma cidade inca do século XV, rodeada por terraços agrícolas. Apesar de conhecida localmente, a cidade apenas foi descoberta pelo mundo em 1911 através do explorador norte-americano Hiram Bingham.

Machu Picchu revela o estilo clássico da construção inca, com pedras encaixadas, sendo possível distinguir as reconstruções recentes (que actualmente correspondem a 30% da cidade) das construções originais que revelam um encaixe mais apertado e perfeito. As principais edificações são o Intiwatana (“onde se amarra o Sol”), uma espécie de calendário solar, o Templo do Sol e o Templo das Três Janelas.

Cuzco

Ruínas da fortaleza inca de Sacsayhuamán

A cidade de Cuzco é a capital histórica do Império Inca e a cidade mais antiga do continente americano. É porta de entrada para Machu Picchu e o vale sagrado dos Incas. Cuzco possui vestígios bem conservados do passado inca e colonial. O coração da cidade é a Plaza de Armas, rodeada por cafés, restaurantes e igrejas. Os edifícios revelam influências espanholas com mistura de arquitectura inca. A 2 km da cidade, não deixe de visitar as ruínas da fortaleza inca de Sacsayhuamán construída com pedras de tamanho gigante. A partir de Cuzco, visite ainda outras ruínas incas de interesse como Qenko, Puca Pucara e Tambo Machay.

Trilho Inca

Trilho inca

Com uma extensão de 42 km, o trilho inca é a caminhada mais famosa da América do Sul, que atravessa a cordilheira dos Andes com destino a Aguas Calientes, a localidade mais próxima de Machu Picchu. O trilho atravessa florestas de altitude, selva e ruínas incas. O trajecto clássico tem a duração de 4 dias e tem início em Piscacucho; em alternativa, o trajecto pode iniciar-se em Qorihuayrachina. Há ainda trajectos mais curtos, de 2 dias. A melhor época para fazer esta caminhada de vários dias é na estação seca (de preferência entre Maio e Setembro). Deve preparar-se para noites frias e, nalgumas partes do percurso, enjoo de altitude.

Vale do Colca

Condor-dos-andes a sobrevoar o Vale do Colca

Quem fica impressionado com a profundidade do Grand Canyon é porque nunca visitou o desfiladeiro do Colca, um dos mais profundos do planeta, com 4.160 metros, mais do dobro da profundidade do Grand Canyon. Para além das cores e vistas deslumbrantes, os condores (condor-dos-andes) são outra das atrações, já que estas estas aves são facilmente avistadas a sobrevoarem o desfiladeiro.

O Vale do Colca está localizado a cerca de 160 km de distância de Arequipa, uma cidade inscrita no Património Mundial da UNESCO, conhecida como a cidade branca, já que a arquitetura dos seus edifícios é dominada pela rocha vulcânica com tonalidades brancas. O convento de Santa Catarina é o monumento religioso que mais se destaca.

Lima

Lima

Vista panorâmica de Lima

A capital do país, Lima, é uma cidade com cerca de 10 milhões de habitantes, situada num vale e rodeada pela aridez do deserto. A cidade foi fundada em 1535 pelo espanhol Francisco Pizarro, ficando sob influência castelhana durante cerca de 300 anos.

Lima é um misto de arquitetura colonial pré-hispânica no centro histórico (Património Mundial da UNESCO), de núcleos restritos de modernidade e de periferias crescentes compostas por população proveniente dos Andes. As praias a norte e a sul da cidade e o subúrbio de Miraflores são destinos populares, onde existe uma grande diversidade de hotéis e restaurantes.

Lago Titicaca

Vista do Lago Titicaca

A cidade de Puno no sul do Peru é o ponto de partida para visitar o Lago Titicaca. Partilhado com a Bolívia, este lago encontra-se a cerca de 3.820 metros de altitude, sendo o segundo maior lago da América do Sul (depois do Lago de Maracaibo na Venezuela) e a mais elevada represa navegável do mundo.

Para além das Ilha Amantaní e Taquile com comunidades indígenas de tecelões que falam quechua, vale a pena visitar também as ilhas Uros, que são hoje uma das principais atrações turísticas do Lago Titicaca. Habitadas pelos descendentes do povo Uros, um dos povos pré-incas mais antigos do Peru, esta ilhas flutuantes são feitas de juncos amarrados. Periodicamente, a cada três meses, é sobreposta uma nova camada de juncos em cada ilha cuja base vai apodrecendo.

Linhas de Nazca

Figura das linhas de Nazca

Localizadas no deserto de Nazca, entre as cidade de Nazca e Palpa ao longo da costa do Pacífico, estas linhas, criadas entre 200 a.C. e 700 d.C. formam figuras de animais, seres humanos e figuras geométricas, designadas por geóglifos. A escala das representações é de tal modo grande que as figuras só foram reconhecidas em 1920, quando as linhas aéreas peruanas começaram a voar para Arequipa. Três das figuras podem ser apreciadas da torre de observação na estrada panamericana. Os hotéis e agências de viagens em Nazca dispõem de voos em pequenas aeronaves que, durante 40 minutos, sobrevoam as mais famosas figuras das linhas de Nazca.

Iquitos (Amazonas)

Iquitos é a porta de entrada para a selva amazónica do Peru, e a maior cidade do mundo que não é acessível por estrada. A entrada e saída de pessoas e bens faz-se por ar ou através do rio Amazonas, o que significa preços mais elevados. Menos turística do que Manaus na Amazónia brasileira, Iquitos é uma cidade exótica com vista para uma selva rica em vida selvagem e pouco explorada. Os cruzeiros no rio Amazonas são as actividades mais populares.

Huacachina

Huacachina no oásis de Ica

Localizada na província de Ica, na costa do Peru a sul de Lima, Huacachina é uma pequena localidade num oásis, desenvolvida em torno de um lago natural e cercada por dunas. Com apenas 100 habitantes, Huacachina atrai milhares de turistas em busca do exotismo dos passeios e sandboarding nas dunas.

Máncora

Localizada na costa norte, Máncora é uma pequena localidade que possui as melhores praias do Peru, que se estendem ao longo de vários quilómetros do oceano Pacífico. Com muito sol, água do mar entre 22ºC e 27ºC nos meses de Verão (Dezembro a Abril) e as ondas perfeitas para o surf, esta aldeia piscatória tornou-se uma importante estância balnear com vários resorts, hotéis de luxo e uma intensa vida noturna.

Partilhar.