Guia de Viagem: Peru, na Rota da Civilização Inca

0

Peru conserva a História da grande civilização Inca refletida na antiga capital inca Cuzco, na cidade perdida de Machu Picchu e no Lago Titicaca.

O país tem uma diversidade geográfica assinalável, desde os Andes com montanhas e glaciares de grande beleza, onde os habitantes locais ainda conservam o seu modo de vida ancestral e falam o quechua, passando pela floresta amazónica com uma grande biodiversidade, até aos desertos do litoral onde predominam as dunas e as cidades piscatórias.

O Peru faz fronteira com o Equador, a Colômbia, o Brasil, a Bolívia e o Chile, tem uma área aproximada de 1 milhão e 300 mil km e uma população de 25 milhões de habitantes. O país encontra-se dividido em três regiões distintas: a costa do Pacifico que inclui a capital Lima, a cordilheira dos Andes e a selva tropical próxima da fronteira com o Brasil.

As principais atrações do país são o património arqueológico da cultura pré-colombiana, as construções do Império Inca, a arquitetura colonial e os recursos naturais. Para usufruir em pleno do país, é apenas necessário ter espírito curioso, interesse pela paisagem, pela cultura e pela História.

O Que Ver

A capital do país, Lima, é uma cidade com cerca de 10 milhões de habitantes, situada num vale e rodeada pela aridez do deserto. A cidade foi fundada em 1535 pelo espanhol Francisco Pizarro, ficando sob influência castelhana durante cerca de 300 anos.

A cidade é um misto de arquitetura colonial pré-hispânica no centro histórico (Património Mundial pela UNESCO), de núcleos restritos de modernidade e de periferias crescentes compostas por população proveniente dos Andes.

Numa visita a Lima, não deve perder o Museu do Ouro do Peru que exibe inúmeros objectos em ouro, prata e pedras preciosas, o Museu Nacional de Antropologia e Arqueologia com a sua notável coleção de peças pré-históricas, a a igreja de São Francisco e de Santo Domingo, ambas do período colonial, as praças e os edifícios coloniais, e os numerosos mercados, incluindo o de Polvos Azules.

Itinerário no Peru

Itinerário no Peru

A sul de Lima, no litoral, encontra-se a cidade de Pisco, um porto pesqueiro, onde é possível realizar excursões às ilhas Ballestas e à Península de Paracas para observar a vida selvagem da região.

A sul de Pisco, situa-se a cidade de Nazca conhecida pelos objetos em cerâmica e os desenhos geométricos de animais e pássaros gigantes cravados na terra. Estes desenhos datam de 900 a 600 a.C. e só podem ser admirados plenamente no ar. Existem operadores turísticos que organizam excursões para visitar este sítio arqueológico e sobrevoar a região por preços inferiores a 50€.

Arequipa, conhecida como a cidade branca, encontra-se rodeada por uma magnífica paisagem de montanha, entre as quais se destaca o vulcão El Misti. A arquitetura da cidade é dominada pela rocha vulcânica com tonalidades brancas. O convento de Santa Catarina é o monumento religioso que mais se destaca.

Encontrando-se em Arequipa, pode aproveitar para visitar o vale de Colca, um dos desfiladeiros mais profundos do planeta, com mais do dobro da profundidade do Grand Canyon. Localizado a cerca de 160 km de Arequipa, é o terceiro destino mais visitado do Peru.

A cidade de Puno situa-se a cerca de 4.000 metros de altitude e foi construída em 1668 pelo castelhano Conde de Lemos. A cidade foi uma das mais ricas da América Latina devido à extração de prata das minas de Caykakora. A partir de Puno pode realizar diversos passeios de barco, admirar os rebanhos de alpacas e lamas e conhecer as tradições locais e danças folclóricas da região.

Lago Titicaca. Autor: Vico Ricab Creative Commons Attribution 3.0 Unported

Lago Titicaca – Peru

Em particular, Puno é o ponto de partida para visitar o Lago Titicaca. Este lago encontra-se a cerca de 3820 metros de altitude com 170 km de largura, sendo o maior da América do Sul e a mais elevada represa navegável do mundo. O Lago Titicaca, partilhado com a Bolívia, é considerado o berço da civilização Inca.

A cidade de Cuzco é a capital arqueológica e cidade mais antiga do continente americano. É um ponto turístico obrigatório onde pode apreciar o legado do império inca. A cidade de Cuzco preserva ainda vestígios do passado notável exposto nas suas ruas, nas ruínas de Sacsayhuamán, Qenko, Puca Pucara e Tambo Machay. Foi a partir de Cuzco que o Império Inca se expandiu para outros territórios que atualmente formam o Peru, a Colômbia, o Equador, o Chile e o Norte da Argentina.

Para além dos vestígios do Império Inca pode ainda apreciar alguns exemplos de arquitectura colonial, como a catedral e a igreja de la Merced e visitar o Museu da Arqueologia que possui peças diversas peças em metal, ouro, joalharia e cerâmica.

Machu Picchu - Peru

Machu Picchu – Peru

A oeste de Cuzco situa-se Machu Picchu (“velha montanha” em quechua). A cidade perdida dos Incas, com a sua aura de grandeza e mistério, declarada Património Mundial pela UNESCO, situa-se a 2.400 metros de altitude no vale do rio Urubamba. A cidade foi construída no século XV e apenas foi descoberta em 1911 pelo explorador norte-americano Hiram Bingham.

A área edificada em Machu Picchu tem cerca de 500 metros de comprimento por 200 metros de largura, dividida na área agrícola formada por terrenos de cultivo e na área urbana constituída pelo Templo do Sol, a Residência Real, o Templo das Três Janelas e o Templo Principal, entre outras edificações.

Quando Ir – Melhor Época para Visitar

O clima do Peru divide-se nas estações seca e chuvosa. Genericamente a estação seca estende-se de maio a setembro e a estação húmida durante o resto do ano.

O litoral e a vertente ocidental dos Andes são particularmente secas em termos de precipitação e o Verão prolonga-se de dezembro a abril. Na vertente oriental dos Andes, o período seco ocorre entre junho e agosto e a estação chuvosa entre janeiro e abril.

As temperaturas variam em média entre 20ºC e 23ºC à noite e 28ºC a 38ºC durante o dia na costa norte. Na costa central, variam em média entre 18ºC e 22ºC durante a noite e 24ºC e 30ºC durante o dia.

Como Chegar

Diversos operadores turísticos organizam circuitos para o Peru. O operador turístico Soltrópico oferece o circuito “Descubra o Peru” durante 11 dias, que inclui a visita aos principais pontos de interesse do país.

A 4×4 viagens tem diversos circuitos, desde um mini-circuito que inclui Lima, Cusco, Pisac e Machu Picchu durante 9 dias (desde 1630€ por pessoa), o circuito de 13 dias “Peru Clássico” (a partir de 2380€), e o circuito “O Melhor do Peru” (17 dias desde 3020€).

A agência Abreu tem o circuito “Peru Fascinante” em promoção, com preços desde 2666€. O circuito de 11 dias inclui visitas a Lima, Cuzco, Pisac, Ollantaytambo, Machu Picchu, Puno e Lago Titicaca (Ilha de Los Uros) numa viagem de 11 dias. Outros dos circuitos comercializados pela agência Abreu são o “Peru Mítico” desde 2932€ (11 dias), e o circuito “Peru Mágico” desde 2326€ (9 dias).

A agência Nomad, dedicada a expedições e viagens de aventura, disponibiliza para 2014 o programa “De Machu Picchu ao Salar Uyuni com António L. Campos”, um périplo de 18 dias pelo Peru e Bolívia em busca do legado das civilizações Inca e Aymara. A viagem tem um preço de 1600€, ao que acresce cerca de 1200€ dos voos, e tem partida no dia 19 de julho.

Informações Úteis

Para visitar o Peru apenas necessita de passaporte válido (mínimo de 6 meses).

Para obter informações pormenorizadas sobre este destino consulte o site oficial do Turismo do Peru.

Partilhar.