Visitar Roma com o Roma Pass: Vale a Pena?

0

O Roma Pass é um passe turístico que oferece o acesso gratuito e prioritário a museus e atrações e a transportes públicos na cidade de Roma, incluindo ainda descontos em exposições e eventos.

Existem dois cartões.

O Roma Pass, com a duração de três dias, e uma opção mais barata, o Roma Pass 48 Horas.

Quanto Custa o Roma Pass?

O Roma Pass tem um preço de 36€. O Roma Pass 48 Horas custa 28€.

Qual é a validade do Roma Pass?

Os passes são válidos durante o número de dias de calendário (dois ou três dias) indicado no passe, e expiram à meia-noite do último dia. O prazo começa a contar a partir da primeira utilização, ou seja, a partir da hora da primeira entrada num museu ou utilização de um transporte público. Por isso, há que ter atenção à hora de início de utilização. Por exemplo, começar a utilizar o passe às dez da noite significa que todo esse dia foi desperdiçado.

Quais os museus incluídos no Roma Pass?

No site, é disponibilizada a lista de museus, assim como os vários descontos oferecidos pelo passe. O Roma Pass (3 dias) inclui entradas gratuitas nos dois primeiros museus ou sítios arqueológicos visitados, enquanto que o Roma Pass 48 Horas inclui uma entrada gratuita. A partir da terceira visita (segunda visita no passe de 48 horas), as entradas são adquiridas nas bilheteiras a preço reduzido.

Devo comprar um Roma Pass para os meus filhos?

Em princípio, não. Até aos 18 anos, as entradas nos museus estatais são gratuitas. As crianças que acompanham adultos com o Roma Pass também beneficiam de acesso prioritário nos museus e eventos. Nos transportes públicos, devem ser comprados bilhetes individuais para as crianças quando necessário. As crianças com menos de 10 anos viajam gratuitamente.

roma-pass

Devo compar o Roma Pass online?

Não há vantagem em comprar o passe no site, uma vez que não há desconto. Na cidade de Roma, o passe pode ser adquirido em vários pontos de venda.

Como é que o Roma Pass funciona para entradas combinadas, como o Coliseu?

As entradas combinadas permitem fazer um circuito onde se visita um conjunto de atrações gastando uma única entrada do passe. É o que acontece, por exemplo, com a entrada no Coliseu, que inclui também a área arqueológica do Fórum Romano/Monte Palatino. A Appia Antica, o Macro, os Museus da Villa Torlonia, o Museu Nacional de Roma e o Planetário são outros exemplos de locais que incluem entradas combinadas.

As exposições que estiverem patentes nos museus no momento da entrada estão também incluídas nas entradas gratuitas dos passes.

Posso reservar visitas se for a utilizar o Roma Pass?

Sim. Para reservar a visita guiada às catacumbas de Roma, à galeria de Borghese ou ao Palácio Valentini, basta fazer a reserva online ou através de telefone, indicando que se vai utilizar uma entrada do passe.

O Roma Pass inclui a entrada no Vaticano?

Não. O passe é válido apenas para a cidade de Roma, e o Vaticano é um Estado próprio.

Posso usar o Roma Pass para ir para o aeroporto?

Não. As linhas para o aeroporto não estão cobertas por este passe. Fique a saber como ir do aeroporto de Fiumicino para o centro de Roma.

Vale a pena comprar o Roma Pass?

Depende. O melhor é fazer as contas aos museus e sítios arqueológicos que se pretende visitar, e que estão cobertos pelo passe. Para quem pretender visitar no mínimo dois locais cobertos pelo passe e deslocar-se preferencialmente de transporte público, o Roma Pass poderá compensar.

Partilhar.