Rota da Seda – de Istambul a Samarcanda

Num percurso que começa no extremo Oriental da Europa e termina na Ásia Central, viaja-se num dos diversos itinerários da mítica Rota da Seda ao encontro da cultura e da história de uma região única que uniu civilizações ao longo de milénios.

Entre Istambul e Samarcanda, viaje no tempo, e conheça uma miríade de personagens singulares, belos monumentos e paisagens de perder de vista.

Esta viagem mítica começa em Istambul, onde terá a oportunidade de realizar uma visita panorâmica para conhecer os lugares de referência da cidade, nomeadamente a Mesquita Azul, a Catedral de Santa Sofia, o Hipódromo, a área de Sultanahmet e os bazares.

No dia seguinte viaja-se de avião para a cidade milenar de Tashkent, a capital do Uzbequistão. Com cerca de três milhões de habitantes é a maior urbe do país e uma das principais cidades da Ásia Central. Ao longo dos séculos foi palco de batalhas e disputas.

Por aqui passaram árabes, turcos, mongóis, e russos que deixaram as suas marcas na cultura e no território com a construção de monumentos e edifícios de grande valor histórico e arquitectónico.

Durante um dia visitam-se os lugares mais emblemáticos da capital uzbeque, nomeadamente as Madrassas de Koukeldash e Khast Imam, datadas do século XVI; a movimentada artéria de Khast Iman; a Praça de Alisher Navoi; o Mausoléu Kaffal Shasi; e o animado bazar de Chorsu.

O próximo destino é a cidade amuralhada de Khiva, situada no meio do deserto, com muitos lugares encantadores para conhecer, desde as ruas labirínticas, passando pelas belas mesquitas, os palácios luxuosos, os mausoléus, os minaretes, até aos movimentados mercados de rua. Grande parte deste do território encontra-se inscrito na lista de Património Mundial da Humanidade, desde 1991.

Samarcanda, um destino único

Madraça de Samarcanda no Uzbequistão

Continuando pela Rota da Seda, e pelo deserto, chega-se a Bukhara, uma cidade com quase cinco mil anos, e que é desde há séculos um importante centro de comércio e um lugar com belas relíquias culturais e religiosas.

O minarete de Kalián, o Mausoléu de Ismael Samani, a cidadela Ark, e as inúmeras mesquitas e madrassas, que são Património UNESCO, são alguns dos locais a visitar. No fim deste dia poderá assistir a um espectáculo de folclore tradicional.

Os dois últimos dias desta viagem são dedicados a Samarcanda, a segunda maior cidade do país. Fundada no primeiro milénio da era cristã, Samarcanda situa-se num local estratégico da Rota da Seda, sendo actualmente um dos principais destinos turísticos do Uzbequistão.

Em 2001, a UNESCO elevou a cidade a Património Mundial, considerando-a como um “cruzamento de culturas”.

Entre os lugares a visitar destacam-se a Praça do Registan com inúmeros exemplos de arte islâmica (Madrassa de Ulugh Beg e a Porta do Leão), o complexo monumental de Shah-i-Zinda, o observatório de Ulugh Beg, as ruínas de Afrasiyab, o mausoléu de Gur-e Amir e a Mesquita de Bibi-Khanym. A partir deste destino viaja-se para a capital Tashkent, de onde se regressa a Portugal, após dez dias de viagem.

Este programa é organizado pelo operador turístico Lusanova Tours. As partidas realizam-se entre Março e Dezembro em datas predefinidas e com saídas de Lisboa e Porto. O programa contempla estadia durante nove noites em regime de meia-pensão, passagem aérea de ida e volta, transportes internos, circuito em viatura de turismo, transferes, taxas e seguro de viagem.

Para visita o Uzbequistão é necessário passaporte com uma validade mínima de seis meses e visto de entrada no país.