Trekking no Norte de Espanha – Lago de Sanabria

0

Numa viagem de quatro dias pelo Lago de Sanabria percorra trilhos rodeados por cenários naturais ímpares, como florestas exuberantes, vales glaciares e quedas de água impressionantes, e conheça as tradições ancestrais das populações rurais que ainda subsistem na região.

O lago de Sanabria, situa-se no Norte de Espanha entre as comunidades autónomas da Galiza e de Castela-Leão, às portas de Portugal, próximo da cidade transmontana de Bragança.

Com cerca de três quilómetros de extensão e atingindo os 50 metros de profundidade máxima, é o maior lago de origem glaciar na Península Ibérica. O lago surge como um anfiteatro entre montanhas, rodeado por pequenas lagoas, turfeiras, vales pronunciados, bétulas, castanheiros e carvalhos.

O espelho de água faz parte do Parque Natural Lago de Sanabria, reconhecido por albergar mais de 1500 espécies vegetais endémicas e onde podem ser encontradas espécies protegidas como o lobo ou a águia-real.

O parque foi criado em 1978 e possui uma área superior a 22 mil hectares que inclui as montanhas de Segundera e de Cabrera.

O primeiro dia deste programa de trekking é dedicado à povoação de Puebla de Sanabria, declarada como conjunto de interesse histórico e artístico, onde pode visitar o Castelo dos Condes de Benavente, a igreja medieval de Santa Maria del Azogue, e as muralhas.

Nesta região visita-se ainda a aldeia de San Martin de Castañeda, onde pode apreciar belos cenários naturais e rurais com vista para o lago de Sanabria.

Viagem ao Lago de Sanabria

Trekking em Espanha

No segundo dia percorre-se o trilho do sector Norte do vale do rio Truchas. Quedas de águas, florestas de carvalhos, teixos, salgueiros, ulmeiros e bétulas, cursos de água, e vales encaixados, são alguns dos elementos naturais que pode apreciar ao longo do percurso. Com alguma sorte talvez seja possível observar in loco o lobo ibérico, o gato-bravo ou a águia-real. O regresso faz-se pelo sector Sul do rio Truchas em direcção à povoação de Puebla de Sanabria, onde se pernoita.

No dia seguinte percorre-se a margem direita do rio Tera, onde se pode observar diversas espécies piscícolas como as trutas, passando por Cueva de San Martin até ao fundo do vale de Ribadelago Viejo, situado a cerca de 1000 metros de altitude.

Neste vale, de origem glaciar, pode observar os imponentes maciços graníticos e formações geológicas ímpares como o canhão de Tera.

O regresso faz-se por caminhos ancestrais utilizados pelos monges da Ordem de Cister que levam os viajantes até a San Martin de Castañeda. Aqui pode visitar o mosteiro medieval, casa dos monges de Cister, entre os séculos XII e XIX. Actualmente, este espaço alberga o centro de interpretação Parque Natural do Lago de Sanabria, onde pode encontrar exposições temáticas e obter informação sobre a região.

O último dia começa na povoação de Galende, atravessando-se caminhos antigos e veredas pela floresta utilizados, em tempos, pelos habitantes da região, com visita às aldeias de Trefásio, Vigo de Sanabria, Murias e Pedrezales, lugares onde pode ficar a conhecer diversos hábitos e costumes locais.

Esta viagem dedicada ao turismo de Natureza é organizada pela agência de viagens Nomad que anuncia preços a partir de 280 euros, num itinerário com a duração de quatro dias. O preço deste programa inclui três noites de alojamento com pequeno-almoço num hotel rural, acompanhamento com guia especializado durante todas as actividades e seguro de viagem. O transporte até Puebla de Sanabria é da responsabilidade dos viajantes.

Partilhar.