Visita a Saragoça: A Espanha Autêntica

0

A meio caminho entre Madrid e Barcelona, Saragoça é a capital da comunidade autónoma de Aragão e uma das principais cidades espanholas.

Localizada num vale, no sopé dos Pirenéus e nas margens do rio Ebro, a cidade faz a sesta nos dias quentes e desperta para as noites frescas.

Com 2 mil anos de história, Saragoça possui um importante legado histórico, do qual se destaca o complexo mourisco que integra a lista de Património Mundial da Humanidade da UNESCO. A gastronomia e a animação nocturna são duas outras boas razões para visitar esta cidade espanhola.

O Que Ver em Saragoça

À semelhança do que aconteceu em Lisboa com a Expo 98, a Exposição Mundial de 2008 em Saragoça foi uma oportunidade para a cidade lavar a cara e criar a Saragoça moderna. As várias infraestruturas construídas para a exposição são hoje atracções turísticas. Destacam-se a ponte pedonal Pasarela Monterola, o Aquário e diversos edifícios como o Pavilhão Poente ou a Torre de Água.

Na Saragoça antiga, também não são poucos os monumentos de interesse, a começar pela Basílica do Pilar, o maior templo barroco de Espanha, construído entre os séculos XVII e XVIII, e a Catedral de São Salvador, que alberga um museu de tapeçarias medievais.

Passeio no centro histórico de Saragoça

Basílica de Saragoça

O Palácio Aljaferia, hoje sede do parlamento de Aragão, é um castelo mourisco construído no século XI, testemunho da época das Taifas e um dos edifícios de arquitectura islâmica mais bem conservados de Espanha, a par da Alhambra de Granada (esta do século XIV).

As muralhas e o fórum, marca da presença romana e da fundação da cidade Caesaraugusta no local hoje ocupado por Saragoça, são outros dos pontos de interesse da cidade.

O Que Fazer em Saragoça

No que toca a museus, o das Belas Artes é talvez o mais importante, com obras de El Greco e Goya. Este último tem particular importância para Saragoça, já que foi nesta cidade que o pintor passou a infância e a juventude, e onde treinou como aprendiz no estúdio do pinto José Luzán.

Na idade adulta, Goya regressou por diversas vezes a Saragoça onde pintou a abóbada do Coreto (1772) e a cúpula de Regyna Martyrum (1780-1781) na Basílica do Pilar, bem como os murais da Cartuja de Aula Dei (1772-1774). O Museu Camon Aznar exibe uma coleção de Goya doada por um dos maiores especialistas no mestre espanhol.

As margens do rio Ebro são ideais para passeios de bicicleta. Durante a Exposição Mundial de 2008, esta zona foi recuperada e devolvida aos habitantes de Saragoça.

Viagem a Saragoça

Vista da cidade a partir das margens do rio Ebro

Ao entardecer, as ruas de Saragoça enchem-se de esplanadas que convidam a um copo e tapas com os amigos. Com uma população de 60 mil estudantes, e uma vasta oferta de bares e restaurantes, a noite de Saragoça é garantidamente animada.

Onde Ficar

Em pleno centro da cidade, o Hotel Catalonia El Pilar é um hotel modernista que conserva os elevadores de madeira originais e as varandas em ferro forjado. Com preços mais económicos, o NH Zaragoza Centro é um hotel simples também situado no centro histórico.

Como Ir

A easyJet, a Ryanair e a Air Europa têm voos directos entre Lisboa e Madrid, com tarifas de ida e volta a partir de 60 euros. O comboio de alta velocidade AVE liga a capital espanhola e Saragoça. A viagem tem a duração de uma hora e um quarto, sendo possível obter tarifas a partir de 40 euros.

Partilhar.