Visitar Tóquio – O Que Ver e Fazer na Capital do Japão

Visitar Tóquio é embarcar numa viagem avassaladora que desperta todos os sentidos. Esta grande metrópole, onde vivem cerca de 35 milhões de habitantes, é a maior cidade do Japão e o principal centro económico e financeiro do país.

Uma cidade singular que surpreende pela escala e pelas rotinas próprias de uma grande metrópole com esta dimensão. Numa primeira tentativa é difícil seguir o ritmo, mas à medida que nos envolvemos no dia-a-dia da capital japonesa tudo parece fazer sentido.

À noite, a capital japonesa transforma-se numa cidade ainda mais vibrante. Os néones invadem as principais artérias da capital nipónica com luzes alucinantes que cativam tanto os locais como os forasteiros.

Faça as malas e prepara-se para viver momentos únicos numa das cidades mais fascinantes do continente asiático. Para planear a sua viagem, sugerimos uma lista dos 10 locais que devem fazer parte dos lugares a visitar.

Tokyo Sky Tree

Skytree

Vista do Tokyo Skytree

A Torre Skytree, com 634 metros de altura, é a segunda estrutura mais alta a nível mundial, sendo apenas ultrapassada pelo arranha-céus Burj Khalifa no Dubai (828 metros). Existem duas plataformas de observação (350 e 450 metros) com vistas impressionantes sobre a cidade. Quando existe boa visibilidade é possível avistar até 100 quilómetros de distância, inclusive o Monte Fuji.

Evite fazer a visita aos fins-de-semana ou em períodos festivos (final de abril / início de maio), pois as filas podem ser enormes e os tempos de espera muito prolongados.

Horário: das 8h às 22h (última entrada às 21h)
Preço: 2060 ienes para a primeira plataforma e um adicional de 1030 ienes para a segunda plataforma. Para os turistas existe um bilhete designado por Fast Skytree Combo Ticket que custa 4000 ienes e que permite evitar as filas e os tempos de espera para subir às duas plataformas.

Asakusa e Templo Senso-ji

Senso-ji

Templo Senso-ji

O Senso-ji, situado no bairro de Asakusa, é o templo budista mais antigo de Tóquio. O templo, também conhecido como Asakusa Kannon, foi fundado no ano de 645 e é um dos lugares mais emblemáticos e visitados da capital japonesa.

Na área do templo destaca-se ainda a Kaminarimon (Porta do Trovão), que dá acesso à rua Nakamise Dori, uma artéria comercial com mais de uma centena de lojas que vendem souvenirs e alguns produtos típicos japoneses.

Ginza

Ginza

Avenida no bairro de Ginza

Ginza é um dos bairros mais movimentados e animados da capital japonesa, uma espécie de “Times Square de Tóquio”. Aqui, vai encontrar uma grande variedade de lojas e ofertas de lazer. Um autêntico paraíso para quem gosta de compras com diversos centros comerciais (Takashimaya, Hankyu e Seibu) que merecem ser visitados. Aos fins-de-semana, as ruas são vedadas ao trânsito automóvel e o bairro transforma-se numa das maiores zonas pedonais do mundo.

Shinjuku

Shinjuku

Shinjuku à noite

O bairro de Shinjuku é outro dos paraísos para quem gosta de compras e entretenimento. Esta zona da cidade, também conhecida como a “Pequena Manhattan”, é uma área muito movimentada a qualquer hora do dia.

Neste bairro não deixe de visitar o edifício do Governo Metropolitano de Tóquio e apreciar as vistas sobre a cidade a partir da plataforma panorâmica (entrada gratuita), a zona de Kabukicho, com diversos bares, restaurantes e estabelecimentos de diversão nocturna, o Teatro Koma, o santuário de Kumano Jinja, e o Shinjuku Gyoen, um dos maiores espaços verdes da cidade.

Shibuya

Shibuya

Shibuya

É em Shibuya que vai encontrar a passadeira mais movimentada do mundo. Vale a pena circular nesta área e observar os movimentos incessantes de pessoas e automóveis, tanto de dia como de noite. Um dos locais privilegiados para assistir a este “espectáculo” é subir até ao primeiro andar do Starbucks com uma vista privilegiada para os cruzamentos.

Harajuku

Harajuku

Rua movimentada em Harajuku

O bairro de Harajuku é conhecido pelas lojas de roupa e pelas famosas reuniões de jovens que celebram o cosplay, derivado do inglês costume play em que estes se mascaram de personagens Manga (banda desenhada japonesa). Nesta zona da cidade visite ainda o centro comercial Omotesando Hills, a avenida Omotesando, o parque Yoyogi Koen, e a rua Takeshita Dori conhecida pelos cafés e lojas pitorescas.

Ueno

Ueno

Parque Ueno

É no bairro de Ueno que está localizado o maior centro cultural da cidade. Trata-se de um complexo que alberga o Museu Nacional de Tóquio (Tokyo Kokuritsu Hakubutsukan), com uma ampla coleção de arte japonesa, o Museu Nacional de Arte Ocidental, o Museu de Ciências Naturais, o Museu Metropolitano de Arte de Tóquio, o santuário de Tosho-gu e o templo budista de Kiyomizu Kannon-do.

Palácio Imperial

Seimon Ishibashi

Ponte Seimon Ishibashi com o Palácio Imperial ao fundo

O Palácio Imperial, localizado no bairro de Chiyoda, é a residência oficial do Imperador do Japão. O Palácio tem acesso restrito, mas os Jardins Orientais estão abertos ao público. O interior do complexo pode ser visitado apenas duas vezes por ano: no aniversário do Imperador Akihito (23 de dezembro) e no Ano Novo (2 de janeiro). Não deixe ainda de apreciar a arquitectura da Ponte Seimon Ishibashi, construída em pedra, e que dá acesso ao Palácio.

Mercado Tsukiji

Tsukiji

Mercado Tsukiji

O Mercado Tsukiji, situado entre o rio Sumida e o bairro de Ginza, é um dos locais mais marcantes de Tóquio. Este espaço singular é constituído por mais de mil lojas que vendem peixe fresco e derivados, bem como mercearias e restaurantes especializados em sushi e pratos tradicionais japoneses. O mercado é também famoso pelos leilões de atum que se realizam de madrugada (normalmente entre as 5h e as 7h) e que actualmente estão vedados aos turistas.

Sushi e Ramen

sushi

Sushi, uma das iguarias da cozinha japonesa

Numa visita a Tóquio não deixe de saborear algumas especialidades da gastronomia japonesa como o sushi e o ramen. Para saber onde comer estas iguarias sugerimos que consulte esta página da Time Out com informações actualizadas sobre os melhores restaurantes de Tóquio.